Facebook Messenger e Snapchat perdem popularidade entre jovens, segundo pesquisa

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Apesar de aplicativos como Facebook e o Messenger reinarem entre os apps, parece que o serviço de chat da empresa está perdendo fôlego entre os usuários mais jovens. Uma nova pesquisa da WayUp consultou 1.000 estudantes em todo os EUA sobre seus aplicativos favoritos, cinco vezes ao longo do ano, e encontrou alguns resultados bastante esperados, outros nem tanto.

Facebook, Instagram e Snapchat permanecem entre os principais apps de entretenimento dos estudantes. De acordo com este estudo, a maioria dos serviços que eles usam giram em torno de mídia social. Entre as marcas menores, estudantes citam o Pinterest e Spotify como mais necessários. Dois aplicativos de compartilhamento de fotos, VSCO Cam e Instagram, cresceram consistentemente ao longo do ano.

O que surpreende no estudo são os três primeiros apps em declínio: Facebook Messenger, Snapchat e Venmo foram mencionados menos frequentemente ao longo do ano. Durante o período, a pesquisa procurou acompanhar o crescimento ou declínio dos serviços, e estes foram os que perderam força em 2015 entre os estudantes.

No entanto, a lista é um pouco enganadora. Por exemplo, apps de bancos viram um declínio de setembro a dezembro de 2015. O Venmo é o favorito entre os apps de pagamento, citado cinco vezes mais frequentemente que o app concorrente que vem em seguida, PayPal. No total, Venmo é classificado em 16º entre todos os apps, o que é uma posição muito privilegiada considerando que estudantes são desinteressados em aplicações financeiras como um todo.

Enquanto isso, Snapchat é mencionado 30% mais frequentemente do que outros aplicativos de mensagens. Também é um app mais amplamente distribuído, atraente para estudantes de todo o nível da classe. Por isso é interessante notar que o Snapchat estava em ascensão até setembro, quando começou a decair, de acordo com a WayUp. Coincidentemente – ou não – foi aproximadamente a época em que a empresa começou a distribuir as novas Lentes gratuitamente e depois decidir cobrar por elas.

Já o Facebook Messenger, por outro lado, tinha dados relativamente consistentes. Embora o app teve um ligeiro aumento de popularidade entre fevereiro e setembro, ele decaiu tanto quanto o Facebook de setembro a dezembro. O Facebook também é seis vezes mais propenso a ser listado como um app favorito do que o seu mensageiro, o estudo apontou. A WayUp diz que é possível que os alunos inicialmente ficaram intrigados com a novidade do Messenger após sua separação do Facebook, mas que seu charme poderia ter diminuído, uma vez não tem introduzido novos recursos há um tempo.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *