Últimas

Federico Sturzenegger assume como novo presidente do Banco Central da Argentina

A nomeação por decreto acontece após a renúncia, na última quarta-feira, de Alejandro Vanoli, que tinha mandato até 2019. Foto: AFP Eitan Abramovich
A nomeação por decreto acontece após a renúncia, na última quarta-feira, de Alejandro Vanoli, que tinha mandato até 2019. Foto: AFP Eitan Abramovich

O Banco Central da Argentina (BCRA) oficializou hoje a nomeação como presidente do economista Federico Sturzenegger em meio a negociações com o banco e outros setores para aumentar as reservas do país.

A nomeação por decreto acontece após a renúncia, na última quarta-feira, de Alejandro Vanoli, que tinha mandato até 2019, concedido no segundo governo da ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015).

Sturzenegger, de 49 anos, formou-se na Universidade Nacional de la Plata, é doutor em Economia no Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) e foi professor-assistente na UCLA na Califórnia. Também foi professor visitante de Políticas Públicas na Universidade de Harvard.

Seu maior desafio é o de criar condições para aumentar as reservas do Banco Central -estimadas abaixo dos 25 bilhões de dólares- de modo que o novo presidente, Mauricio Macri, possa cumprir sua promessa de liberalizar o dólar.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *