Últimas

Game of thrones, Mad men e How to get away with murder são as séries que se destacaram

O ano de 2015 foi de confirmação para How to get away with murder  (Divulgação)
O ano de 2015 foi de confirmação para How to get away with murder

Apesar de 2015 poder ser considerado o ano das séries novatas, é impossível não destacar o crescimento de produções mais antigas. Game of thrones, chegou à quinta temporada. Mesmo não tendo o melhor desenrolar, o programa mostrou ao espectador episódios primorosos e, finalmente, conquistou o Emmy de melhor série. A sexta temporada está em fase de produção e estreia em abril de 2016.

Este ano foi o momento de afirmação para How to get away with murder, que foi uma das melhores estreias de 2014, com a Viola Davis, vencedora de Emmy de melhor atriz. A segunda temporada confirmou a história de Shonda Rhimes entre as favoritas do público. A trama gira em torno de Annalise Keating e seus alunos, que acabam se envolvendo em um homicídio.

O ano foi também de adeus para algumas séries. Depois de ter revolucionado a indústria televisiva, Mad men concluiu seu ciclo após sete temporadas. Criação de Matthew Weiner, a história retratou com fidelidade o dia a dia de uma agência de publicidade dos anos 1960. A série musical Glee e a comédia Parks and recreation também deixaram saudades.

Confirmação
Queridinha do público, House of cards trouxe nova dinâmica para Frank Underwood, interpretado por Kevin Spacey, na terceira temporada. No papel do presidente, ele teve que lidar com a ambiciosa esposa Claire e o embate agradou aos espectadores.
O mesmo pode se falar de Jane the virgin, inspirada na novela mexicana Joana, a virgem. A trama conquistou de vez seu público e deu destaque para a atriz Gina Rodriguez, indicada ao Emmy (apesar de não ter levado) e ao Globo de Ouro pela atuação.

A sexta temporada de The walking dead revelou ainda mais mistérios aos fãs do apocalipse zumbi. Ao modo de Game of thrones, teve até morte duvidosa na série.

Mico do ano
Se no ano passado True detective figurou entre as melhores, a segunda temporada pode ser considerada um fracasso. Sem os protagonistas, Matthew McConaughey e Woody Harrelson, e a primorosa direção de Cary Joji Fukunaga, a série caiu muito de produção e se tornou numa grande bagunça. A temporada foi tão ruim, que, por enquanto, nada se falou de uma terceira sequência.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *