Últimas

Games 3D exercitam o cérebro e podem evitar perda de memória

Pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriram que jogar vídeogames 3D ajuda as pessoas a melhorar a memória e no tratamento de demência e perda de memória.

Em testes, os participantes foram divididos em dois grupos: um deles jogou a versão bidimensional de Angry Birds, enquanto o outro jogou Super Mario World 3D.

Para medir os efeitos dos jogos, foram realizados testes de memória prévios e depois de duas semanas. O teste verificou o funcionamento do hipocampo, área do cérebro responsável pela aprendizagem e formação da memória. Com o tempo, ele vai deixando de funcionar tão bem, o que explica por que as pessoas mais velhas têm dificuldade em aprender novas palavras e se esquecem de coisas que já aconteceram.

“Os jogos 3D tem muito mais informação e áreas para explorar do que os 2D. Em segundo lugar, eles são muito mais complexos e contam com mais informação para aprender. De qualquer maneira, sabemos que esse tipo de aprendizagem não só estimula basicamente, mas exige que o hipocampo realmente trabalhe”, explica Stark.

Os testes realizados se focaram principalmente na memória visual e espacial, exigindo que o usuário memorizasse e recordasse magens para, em seguida, distingui-las de outras, ligeiramente diferentes.

Os resultados mostraram grandes diferenças entre os dois grupos: o segundo, que jogou em 3D, apresentou melhoras de até 12% no desempenho, o que não aconteceu com o segundo.

Segundo a pesquisa, ainda não está claro se o hipocampo é estimulado pela complexidade geral do jogo ou apenas pela exploração espacial. Os resultados podem ajudar a desenvolver novas maneiras para “exercitar” a área do cérebro, mantendo-o forte na velhice.

Via DailyMail 

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *