Últimas

Google Maps leva navegação offline para dispositivos iOS

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Google finalmente trouxe um dos recursos mais interessantes do Maps ao seu aplicativo de iOS. A empresa começou a implementar o suporte de navegação em mapas offline para usuários de dispositivos da Apple, como já havia confirmado anteriormente, junto a uma atualização que chegou recentemente trazendo horários de picos em regiões e horários de abertura e fechamento de estabelecimentos.

O recurso de navegação offline utilizando o Maps foi anunciado previamente durante a conferência I/O, da Google, realizada para desenvolvedores em maio deste ano. Até então, o recurso só estava disponível para usuários Android – e foi lançado no mês passado para estes usuários.

Em entrevista ao Mashable, um porta-voz da Google afirmou que o recurso pode demorar mais algumas semanas até que todos os usuários possam utilizá-lo, pois depende de critérios de regionalização para que tudo funcione corretamente. Sendo assim, se você ainda não conseguir navegar offline usando o Maps, aguarde mais alguns dias e então poderá utilizá-lo.

Assim como no Android, o recurso para iOS funciona de maneira bastante semelhante. Para navegar offline no Maps, basta que você procure por uma região específica, como uma cidade, município ou até mesmo um país inteiro dentro do aplicativo, e então você terá uma opção de salvar o mapa de modo offline. Depois de salvo, você pode até mesmo usar as opções turn-by-turn (de navegação assistida) para quando quiser encontrar algum lugar, e pode até mesmo ver outras informações sobre empresas e locais.

Mais uma vez, reforçando a palavra da Google, o recurso pode demorar mais algumas semanas até que esteja disponível para todos os usuários. Sendo assim, não se assuste se o seu amigo lá de Belo Horizonte já conseguir baixar os mapas e você, em São Paulo, não tiver essa opção habilitada. Ela chegará em breve para todos.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *