Últimas

Huawei quer levar sua linha Honor aos EUA, e é bom ficar de olho nisso

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Huawei quer se consolidar no mercado ocidental de telefonia móvel, e a primeira medida rumo a esta meta é levar uma de suas principais linhas de celulares aos Estados Unidos da América. Pelo menos é isto que promete George Zhao, atual presidente da companhia asiática, ao comentar sobre o assunto, revelando que há boas chances da série Honor desembarcar em território do Tio Sam, cuja apresentação formal pode acontecer ainda na CES (Consumer Electronics Show) 2016, uma das maiores feiras de eletrônicos em nível internacional, datada para o início de janeiro do próximo ano. De fato, a empresa fundada no hemisfério oriental do planeta já convidou os jornalistas locais para um evento especial, marcado para o dia 5 de janeiro.

É possível que a Huawei escolha sua melhor equipe de palestrantes para subir ao palco na cerimônia, que, harmonicamente, ocorrerá nos Estados Unidos da América, precisamente em Las Vegas, Nevada, onde a família Honor de dispositivos portáteis pode ser anunciada ao público de lá. A companhia sediada no continente asiático é a maior fabricante chinesa de celulares, e isto já é um excelente título, porém, da mesma forma, se mantém como a maior produtora de aparelhos Android na Europa, conquistando dois mercados cruciais do setor de smartphones. Levar uma de suas principais linhas às terras estadunidenses aumentaria ainda mais a popularidade e sucesso da gigante asiática, mas também dá brechas para especulações mais atraentes.

Com uma participação maior nos Estados Unidos, a empresa, também dona do famoso Mate 8, pode expandir-se rapidamente aos demais países da grande América, incluindo, é claro, a Latina. A companhia chinesa já atua em solo tupiniquim, mas apenas com produtos lançados há bons anos nas vitrines do exterior, pois suas novidades sempre ficam de fora das varejistas nacionais. Caso chegue aos EUA, de fato, há uma alta probabilidade de haver maior aceitação por parte da população geral do Ocidente, portanto o Brasil entraria na lista de potenciais mercados para a Huawei, isto é, dependendo de seu desempenho nas lojas da América do Norte. E, embora seja intermediária, a família Honor ainda guarda algumas ‘cartas na manga’.

Levando em consideração os anos de existência da série Honor, apenas os modelos mais recentes devem chegar à região liderada por Barack Obama, atualmente, sendo que o mais poderoso de todos é o Honor 7, contando com uma tela de 5,2 polegadas, usando a resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) para a exibição de conteúdo, 3 GB de RAM, chipset HiSilicon Kirin 935 com processador octa-core rodando a 2,2 GHz, Mali-T628 MP4 como placa gráfica, 16 GB de memória para o armazenamento interno, expansível via cartão microSD, câmera principal e frontal de 20 e 8 megapixels, respectivamente, uma bateria de 3.100 mAh e o Android 5.0 Lollipop como sistema operacional instalado de fábrica, modificado pela interface própria da Huawei, isso tudo compactado em uma estrutura de 8,5 milímetros. Acompanharemos a Huawei bem de perto na CES 2016, pois viajaremos para lá na primeira semana de janeiro, então fique ligado para as novidades quentinhas aqui, no TudoCelular.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *