Últimas

Huawei vendeu 100 milhões de celulares em 2015, ficando atrás de Samsung e Apple

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Huawei esteve sempre em destaque em 2015. A empresa não vem investindo apenas em smartphones interessantes, como o Mate 8, mas também aposta em hardware próprio com o seu mais recente chipset Kirin 950 produzido pela HISilicon. Ela mostrou que não precisa depender da Qualcomm ou Mediatek para trilhar o seu caminho no mercado. Diante de tantos acertos no segmento não é de se estranhar que a Huawei tenha sido escolhida pela Google para dar vida ao Nexus mais potente de 2015, o Nexus 6P.

O resultado disso é que a empresa acaba de divulgar em sua conta Weibo, rede social chinesa bastante similar ao Twitter, que vendeu mais de 100 milhões de smartphones este ano. Isso faz com que a Huawei ocupe a terceira posição no ranking das maiores empresas em vendas de smartphones, ficando abaixo apenas da Samsung e Apple. E a companhia não vem vendendo apenas smartphones básicos que custam menos de US$ 200, ela conquistou um bom número de vendas com modelos mais caros, como o P8 e Mate S. Sem falar que o Mate 8 foi um verdadeiro sucesso de vendas, esgotando em menos de 24 horas após o seu lançamento na China.

Huawei sempre veio brigando por seu espaço contra a Xiaomi e Meizu que apostam em soluções cada vez mais agressivas no mercado chinês. A empresa mostra que quando se tem bons produtos os usuários conseguem reconhecer a qualidade que a companhia investiu e seus diferenciais para garantir seu espaço no mercado. E pelo visto Google está muito satisfeita em ter a Huawei como parceria na linha Nexus, onde já foi informado que a mesma será responsável pelo sucessor do Nexus 6P que virá com Snapdragon 820 em 2016.

E por falar no Nexus 6P, a Huawei Brasil informou em sua conta no Twitter que está cuidando para trazer o aparelho para Brasil. Vamos torcer para que esta excelente opção com Android puro chegue até nós.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *