Internacional oferece composição de atletas e dinheiro por Everton Felipe e Sport rejeita

Wilson Malmann/Divulgacao

“O prazo para o Inter acabou e agora eles estão resolvendo com o Sport”, disse Everton Felipe

Saiba mais

O futuro de Everton Felipe ainda é uma verdadeira incógnita. Emprestado pelo Sport ao Internacional desde o ano passado, o meio-campista de 18 anos ainda não sabe onde jogará em 2016. Por contrato, o clube gaúcho teria até esta última quinta-feira para exercer o direito de compra de 50% dos direitos econômicos da joia rubro-negra. Fato que não aconteceu. A permanência em Porto Alegre, porém, ainda não está totalmente descartada.

O Colorado ofereceu uma lista para que o Sport escolhesse três atletas disponíveis no elenco, os quais não estão nos planos do técnico Argel Fucks. Os três jogadores seriam uma tentativa de reduzir o valor de R$ 1,5 milhão referente a esses 50% dos direitos de Everton Felipe. A oferta gaúcha, todavia, não agradou os dirigentes pernambucanos, que recusaram a proposta e bateram o pé no valor que têm direito.

Enquanto isso, Everton Felipe e o empresário dele, Marineu Barros, tiveram uma nova reunião na tarde desta sexta-feira com representantes do Internacional. Uma nova oferta ao Sport será realizada até segunda-feira, prazo limite oferecido pelos agentes do atleta, antes de abrirem negociação a outros dois clubes da Série A que já acenaram com interesse.

“O prazo para o Inter acabou e agora eles estão resolvendo com o Sport. O que sei é que a preferência da compra acabou, mas eles ainda estão negociando. O Inter está buscando outras formas de negociar “, afirmou Everton Felipe.

Sobre seu destino, o atleta afirmou apenas que quer ver tudo resolvido o mais breve possível. “Eu ficando aqui (no Inter) é bom e voltando vai ser bom também. O importante é que isso termine bem”, pontuou o meia, que tem contrato com o Sport até o fim de 2018.

A reportagem do Superesportes tentou entrar em contato com o vice-presidente de futebol rubro-negro, Arnaldo Barros, porém sem sucesso. Na última conversa com o dirigente, na quarta-feira, ele afirmou que, caso o depósito não fosse realizado, Everton voltaria para o clube e que se reapresentaria normalmente em 6 de janeiro, quando começam os trabalhos de pré-temporada do Leão.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *