Lady Gaga comenta sobre caso de abuso que sofreu há sete anos e diz que espera inspirar outras vítimas

Durante uma entrevista ao “The New York Times” para promover o documentário “The Hunting Ground”, a cantora Lady Gaga comentou sobre o caso de abuso que sofreu há sete anos e por que só conseguiu falar sobre ele no ano passado. De acordo com ela, o grande problema foi lidar com as mudanças físicas e psicológicas que aconteceram após o episódio.

“Por causa da maneira que eu me visto e que sou uma pessoa provocante, eu pensei que tinha me inspirado nisso de alguma maneira. Tinha uma certa culpa, talvez religiosa, junto com isso que, de certa forma, inspirou a violência”, disse a artista.

Na entrevista, a cantora, eleita a ‘mulher do ano’ em 2015 pela revista ‘Billboard’, contou que foi atacada por alguém que costumava confiar.

“Eu não sei nem o que pensar sobre isso. Eu não sei como aceitar isso. Não sei como não me responsabilizar ou pensar que foi minha culpa. É algo que mudou a minha vida. Mudou quem eu era completamente, até meu corpo e meus pensamentos”, descreveu.

Gaga aproveitou o momento para encorajar outros jovens que passaram por situações similares a falarem sobre o abuso, assim como estimular que seu público ofereça apoio para quem experimentou situações de violência.

“É importante que nós tomemos conta deles. As consequências dessa situação são enormes e o que eu espero, com essa música e a ajuda de todos, é que possamos ajudar as pessoas a se sentirem amadas depois que isso (o abuso) acontece”, concluiu.

O documentário, que foi indicado ao Oscar de 2016, fala sobre a violência sexual dentro de universidades e conta com “Til It Happens To You” de Gaga na trilha sonora. Lançado no início do ano, o clipe da música foi classificado por muitos jornais internacionais como “perturbador” por mostrar episódios de abuso sexual.

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *