Últimas

Lindbergh diz a Tombini que nomeação de Volpon saiu 'um pouco fora da curva'

Logo depois de o senador José Serra – durante audiência pública na CAE do Senado do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini – tecer críticas ao diretor de assuntos internacionais do Banco Central, Tony Volpon, sem citar seu nome, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) adotou o mesmo tom de críticas ao membro do Copom, mas nominalmente.

“Pela primeira vez na CAE há consenso sobre desaceleração da economia. Os diretores do BC têm de saber da gravidade da crise” argumentou o senador petista. “Os senhores sabem que sou defensor de diretoria formada por funcionários públicos, mas essa nomeação do diretor Volpon saiu um pouco fora da curva”, criticou Lindbergh, acrescentando que Tombini nem precisaria responder a seu comentário. Volpon é praticamente o único membro do Copom oriundo do mercado financeiro. A outra exceção seria o diretor de Política Monetária, Aldo Mendes, que veio do Banco do Brasil – mesmo assim, um funcionário público.

Mesmo assim, Tombini respondeu. Primeiro disse não saber se se tratava de críticas ao mesmo diretor já mencionado antes por Serra. Lindbergh respondeu que sim e o presidente do BC disse que já havia, então, falado sobre esse tema. Em resposta a Serra Tombini enfatizou que desde 2012 os votos do Copom são abertos e que isso abre também a possibilidade de que cada membro possa se expressar. O importante, reforçou Tombini, é que esse pronunciamento seja público e simultâneo.

Mais cedo, ao criticar Volpon, Serra disse que ele “fala demais” e que gostaria que o presidente Tombini falasse com a mesma frequência desse seu diretor.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *