Últimas

Mais apps otimizados para tablets Android? É o que a Google quer

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A equipe de desenvolvedores da Google está com a missão de criar mais aplicativos otimizados para rodarem em tablets, cujo sistema operacional pré-instalado de fábrica é o Android. Especificadamente, o time em cargo da criação do Pixel C, dispositivo portátil lançado ainda nesta semana pela gigante de Mountain View, após seu anúncio formal junto à novíssima geração Nexus, também foi designada a tratar de assuntos especiais aos aparelhos de tela avantajada. O responsável por oferecer tal afirmação é Glen Murphy, parte do respectivo grupo, usando seu perfil oficial no Reddit, fórum geral com as grandes novidades da internet, incluindo a confirmação de que a empresa dos Estados Unidos preocupa-se, sim, em levar mais funções exclusivas aos modelos de dimensões superiores.

De fato, a vasta maioria dos reviews feitos com base no Pixel C concluiu que: o tablet é uma excelente opção para quem é ligado em hardware, já que sua construção e a lista de especificações técnicas selecionada a dedo pela Google resultam neste título, porém peca fortemente em software, pois, segundo eles, o Android não estaria preparado para ser executado em um eletrônico com display medido em várias polegadas. Sabendo disto, o comprometimento da companhia da América do Norte em otimizar sua plataforma é ‘música aos ouvidos’ dos consumidores que já utilizam o robozinho em tablets, e principalmente para quem está pensando em adquirir, ou já o fez, um exemplar do mais recente produto da mesma. Reveja o preço cobrado por ele, no exterior:

  • Pixel C com 32 GB de espaço nativo: US$ 499, ou R$ 1.904
  • Pixel C com 64 GB de espaço nativo: US$ 599, ou R$ 2.286

As conversões acima foram realizadas com base na cotação atual do dólar, desconsiderando os impostos cobrados no Brasil. Relembrando, o Pixel C é um dos tablets com um dos melhores conjuntos de peças internas do mercado, incluindo a tela de 10,2 polegadas em resolução 2560 X 1880, ligeiramente superior à Quad HD comum, 3 GB de RAM (LPDDR4), chipset NVIDIA Tegra X1, portanto um processador de quatro núcleos e placa gráfica da linha Maxwell, modelos com 32 GB ou 64 GB de memória para o armazenamento interno, sem a possibilidade de expansão via cartão microSD, suporte à conectividade universal USB Type-C, unindo o espelhamento de tela, recarregamento da bateria e sincronização de dados em um único cabo, e o Android 6.0 Marshmallow como sistema operacional. Infelizmente para nós, não há informações sobre a chegada dele em outros locais, incluindo o território tupiniquim.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *