Últimas

Manifestantes que protestavam contra violação da constituição são presos na Rússia

A polícia russa deteve neste sábado dezenas de ativistas da oposição que tentavam realizar um protesto no centro da capital do país, Moscou, no Dia da Constituição. O partido de oposição liberal Yabloko planejava distribuir um panfleto apresentando os direitos garantidos pela Constituição da Rússia e explicando como a sigla acredita que estão sendo sistematicamente violados no país atualmente.

Segundo reportagens da imprensa russa, a polícia deteve 33 pessoas, incluindo o líder do Yabloko, Sergei Mitrokhin. Mitrokhin disse à agência de notícias Interfax que ele e outras quatro pessoas foram informados pela polícia de que ficariam detidos até segunda-feira, mas, quando os policiais não apresentaram a documentação esperada, eles deixaram a delegacia.

O líder do partido havia postado mais cedo uma foto em sua conta no Twitter mostrando ele e outros 10 ativistas na delegacia, com um deles carregando uma placa: “Respeitem nossa Constituição”. A Constituição russa foi adotada em 1993, sob o governo de Boris Yeltsin, o primeiro presidente da Rússia depois do fim da União Soviética em 1991. Fonte: Associated Press.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *