Últimas

Maria Joana: 'Cada um sabe o que é melhor para si'

Carioca, Maria Joana se destacou em 2015 ao interpretar a lutadora Nat em Malhação e mostrou que veio para ficar na teledramaturgia. A atriz, que está atualmente na novela da seis, Além do Tempo, conversou com o site OFuxico sobre a carreira, planos futuros e sobre o papel de atriz como um papel para a construção social.

 

Além do Tempo

“Espero ter mais oportunidades e poder fazer parte mais uma vez de um elenco tão afinado e unido”

Em Além do Tempo, Maria interpreta a personagem Michele, onde contracena ao lado de Emílio Dantas, e contou como a união da equipe é uma das principais aliadas para o bom funcionamento da trama.

Tô muito feliz em fazer parte desse elenco composto por tanta gente talentosa. Além de grandes profissionais são pessoas bem queridas. É impressionante a união dessas pessoas. E o resultado acredito estar nas telas. Uma novela linda e cativante. Regida tão bem pelo nosso diretor Papinha e Pedro Vasconcelos. Que honra trabalhar com essa equipe. Espero ter mais oportunidades e poder fazer parte mais uma vez de um elenco tão afinado e unido.”

Maria não vê muitas semelhanças entre ela e sua personagem, mesmo acreditando que ela seja do bem, mesmo sendo vista às vezes como interesseira.

“Michele é mais “atirada”, o que talvez tenhamos de semelhante é dizer o que pensamos, mas acredito ser diferente na forma. Ela é mais direta, talvez não pense muito nas consequências. Acredito que ela seja apaixonada de verdade pelo Dr. Roberto, mas pra chamar a atenção dele é capaz de coisas que eu não faria. Mas acho ela bem engraçada nessas tentativas. Um pouco infantil, mas o que dá um pouco de leveza para a personagem. “

 

Feminismo

“Nat era uma guerreira, não só no ringue como na vida”

Em Malhação, Maria interpretou Nat, uma lutadora que não tinha medo do que fazer e “metia a cara a tapa” para tomar suas decisões. Sobre interpretar uma personagem em um cenário predominante masculino e ter um papel social para a luta feminista, a atriz acredita que as consequências para vivermos em um cenário preconceituoso é o pensamento retrógado de algumas pessoas.

“Eu acho que quanto mais você dá ouvidos às coisas, elas se tornam importantes ou não. Não separo o que é para mulher ou o que é para homem. Parto do princípio que cada um sabe o que é melhor pra si e o que alimenta seu espírito. Acredito também que cada um nasce com uma vocação. Nat era uma guerreira, não só no ringue como na vida. Isso acabou sim virando seu lado profissional. E acredito que se algum machista dissesse alguma gracinha pra ela, ela o chamaria para lutar”, brincou.

“Estamos em pleno século XXI.. É impressionante como algumas pessoas estagnaram no tempo. Sou completamente contra preconceito e não acredito que eu vá saber o que é melhor para o outro. Cada um sabe de si. Vamos olhar mais para os nossos umbigos e dar menos palpite no dos outros. Né?!”, disse.

 

Futuro

Seja qual for o personagem, quero aprender como ele respira”

Fã de Cássia Kis, Adriana Esteves e Tony Ramos, a carioca tem o sonho de futuramente poder interpretar uma personagem com transtornos psicológicos, o que já pode experimentar um pouco em Malhação e a instigou.

“Eu tinha muita vontade de dar vida a um personagem com algum problema psicológico e puder ter um gostinho disso com a Nat. Vou te confessar que a Nat foi um presente do início ao fim. Um aprendizado sem tamanho. Cresci muito profissionalmente e pessoalmente também. Hoje quero cada vez aprender mais, dar mais vidas e conhecer novos pontos de vistas. Seja qual for o personagem, quero aprender como ele respira. Quero criar um novo batimento cardíaco.”

 

Caldeirão do Huck – Desafiados 

“Tinha muita vontade de conhcer o Luciano e de quebra conheci a Angélica”

Maria participou do quadro Desafiados, do Caldeirão do Huck, ao lado de Gabriela Pugliesi e Daniela Cicarelli. Sobre a experiência, a atriz disse que foi uma experiência incrível e que ficou feliz por ter participado do programa e ainda ter conhecido Angélica.

“Poxa, eu amei! Queria tanto Desafiados 2! As provas eram incríveis. Claro, difíceis pra caramba, mas no final a sensação era tão boa! E a equipe nem se fala! Que galera profissional. As meninas viraram minhas amigas. A saudade aperta pois todas moram em Sampa, menos eu. E confesso que tinha muita vontade de ir no Caldeirão. Conhecer o Luciano que conduz um dos melhores programas da TV. E de quebra conheci a Angélica!”, riu.

Foram tão legais e gentis com a gente. Foi realmente muito legal! Posso dizer que tive sorte nesse ano!

 

Guilherme Leicam está em novo quadro do Caldeirão: ‘Desafio’
Erasmo Carlos lança o DVD Meus Lados B
Grávida, ex-BBB Aline abusa do decote em evento de moda

Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!

Fonte: OFuxico.com.br
Matéria Originalmente postada pelo site O Fuxico

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *