Morre o maestro alemão Kurt Masur aos 88 anos

Masur era um apaixonado pelas composições de Bach, Mendelssohn, Brahms e Beethoven. Foto: AFP ERIC CABANIS
Masur era um apaixonado pelas composições de Bach, Mendelssohn, Brahms e Beethoven. Foto: AFP ERIC CABANIS

O alemão Kurt Masur, um dos grandes regentes de orquestra do mundo, faleceu hoje aos 88 anos, anunciou o presidente da Filarmônica de Nova York, Matthew VanBesien.

“É com profunda tristeza que escrevo em nome da família Masur e da Filarmônica de Nova York para informar que Kurt Masur, que foi nosso diretor musical de 1991 a 2002 e mantém o título emérito, faleceu em 19 de dezembro de 2015”, informou VanBesien.

Masur anunciou em 2012 que sofria do Mal de Parkinson.

Nascido na Silésia em 17 de julho de 1927, Masur dirigiu algumas das maiores orquestras do mundo, principalmente a Filarmônica de Nova York (1991-2002), a Orquestra Nacional da França (ONF) em Paris e a Orquestra Filarmônica de Londres.

Em abril de 2012, como diretor musical honorário da ONF, Masur caiu acidentalmente do palco em que comandava a orquestra do Teatro de Champs-Élysées e fraturou a omoplata.

Masur era um apaixonado pelas composições de Bach, Mendelssohn, Brahms e Beethoven.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *