Últimas

Netflix ficará mais rápida sem aumentar consumo de dados

Desde 2011, a Netflix desenvolve novas tecnologias de streaming para o seu longo catálogo de filmes e séries. A partir do próximo ano, a empresa promete entregar conteúdo ainda mais rapidamente e sem exigir mais da conexão com a internet do usuário.

Anne Aaron, chefe de desenvolvimento da Netflix, explicou a mudança à revista americana Variety. Segundo ela, até hoje, o streaming da empresa funciona de forma semelhante ao YouTube: o software identifica a velocidade da internet do usuário e exibe o conteúdo com a qualidade correspondente.

Ou seja: em conexões mais lentas, a qualidade é mais baixa; já para assistir um filme em HD, o ideal é ter uma conexão banda larga de alta velocidade. No entanto, como Anne explica, “você não deveria distribuir a mesma quantidade de bits tanto para ‘My Little Pony’ quanto para ‘Os Vingadores'”.

A ideia, segundo a gerente, é que desenhos animados, séries e filmes visualmente menos complexos ganhem um padrão de streaming diferente de um blockbuster cheio de efeitos especiais, como “Os Vingadores”, em que a quantidade de computação gráfica e detalhes estéticos exige uma quantidade maior de dados.

Dessa forma, cada filme, série, programa ou animação ganhará seu próprio algoritmo, substituindo o modelo “um-tamanho-cabe-em-todos”, que, segundo Anne, não te dá a melhor qualidade. Com a mudança, que deverá ser implementada até o fim do primeiro semestre do ano que vem, o streaming ficará mais rápido, as imagens terão mais qualidade e poderão consumir menos dados da sua internet.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *