Últimas

Novelas apostam no conto da Gata Borralheira para conquistar público. Veja lista

Foto: TV Globo/Divulgação (Foto: TV Globo/Divulgação)
Foto: TV Globo/Divulgação

As novelas globais das 19h ambientam as tramas e conflitos em luxo, leveza e humor para conquistar a audiência. A faixa se distancia de tramas pesadas ou realistas. Totalmente demais, de Rosane Svartman e Paulo Halm, não é diferente. Com poucas exceções, como a cena do assédio sexual sofrido por Eliza (Marina Ruy Barbosa), a produção investe na fantasia.

O que chama a atenção é a repetição de uma história já vista e revista na teledramaturgia brasileira e estrangeira, mas que sempre é uma aposta para agradar o público: o clássico conto de fadas da Gata Borralheira.

Em Totalmente demais, Eliza faz o papel da menina de origem humilde que ascende socialmente. Ela foge de casa e se torna moradora de rua. Dono de uma agência, Arthur (Fábio Assunção) a encontra e decide transformá-la em modelo. A personagem é uma aposta do empresário em transformá-la na vencedora do concurso de beleza Garota Totalmente Demais.

A ferramenta “dejà vú” vem dando certo. No capítulo de segunda-feira, a trama registrou recorde de audiência, com 31 pontos em São Paulo. A temática inesgotável remete às novelas mexicanas na leitura romântica e fantasiosa. Os principais exemplos são as tramas estreladas pela cantora e atriz Thalia, reprisadas inúmeras vezes pelo SBT e disponíveis no Netflix.

Relembre algumas:

Foto: TV Globo/Divulgação (Foto: TV Globo/Divulgação)
Foto: TV Globo/Divulgação

Cheias de charme (2012):
A novela global acompanhou a vida de empregadas domésticas que se tornaram cantoras famosas no grupo As Empreguetes. As funcionárias eram vividas por Isabelle Drummond, Leandra Leal e Taís Araújo. Entre conflitos com os empregadores e relacionamentos pessoais, elas se juntaram e se tornaram famosas com um clipe divulgado na internet.

Foto: TV Globo/Divulgação (Foto: TV Globo/Divulgação)
Foto: TV Globo/Divulgação

I love Paraisópolis (2015):
A trama retratou de maneira ficcional os contrastes entre a comunidade paulista e o bairro nobre do Morumbi. A novela mostrou a convivência de núcleos de classes sociais distintas, sobretudo a história de amor dos protagonistas Mari (Bruna Marquezine) e Benjamin (Maurício Destri). Ela, moradora de Paraisópolis, e ele, um rico arquiteto.

Foto: TV Globo/Divulgação (Foto: TV Globo/Divulgação)
Foto: TV Globo/Divulgação

Verdades secretas (2015):
A trama central da novela conta a história de uma estudante do interior paulista que sonha em se tornar modelo. Após a separação dos pais, ela se muda para a capital e entra para uma agência de modelo. A transformação visual e financeira de Arlete, cujo nome de trabalho ficou Angel, foi um dos aspectos presentes de Cinderela. Mas o lado obscuro da trama, que concentrou na história do triângulo amoroso entre mãe, filha e marido da mãe, logo colocou fim ao conto de fadas.

Foto: SBT (Foto: SBT)
Foto: SBT

A Usurpadora (1998):
A história das irmãs gêmeas Paola e Paulina, vividas por Gabriela Spanic, também é sustentada pela história de mulher sofrida. A vida de Paulina, de origem humilde, com problemas com o então namorado e a mãe doente, é transformada quando ocupa o lugar da irmã na mansão da família Bracho.

Foto: SBT/Divulgação (Foto: SBT/Divulgação)
Foto: SBT/Divulgação

Maria do Bairro (1995), Maria Mercedes (1993) e Marimar (1992):
As protagonistas das três novelas mexicanas, vividas por Thalia, começaram como mulheres humildes, batalhadoras, que vivem em condições difíceis e são analfabetas. De diferentes maneiras, elas ascendem socialmente e todas se apaixonam por um homem de família nobre.
Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *