O design da Apple já não é mais o mesmo

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Apple sempre foi aclamada por possuir uma equipe realmente boa quando se trata de criar o design de novos produtos como o iPhone, por exemplo, e até mesmo periféricos como mouses e teclados. No entanto, nos últimos anos, a empresa parece estar um pouquinho desajustada e certamente vem desagradando uma boa parcela dos usuários. O caso mais prático disso é com os novos iPhones: ninguém precisa de um iPhone mais fino. As pessoas certamente podem aceitar um celular mais espesso e com mais bateria numa boa.

Mas não vamos falar dos iPhones hoje. Não neste artigo.

No início da semana a empresa lançou a Smart Battery Case, uma capinha que promete elevar a vida útil de bateria dos novos iPhones para até 25 horas, o que chega a ser algo extremamente viável para usuários que sempre chegam na metade do dia com pouquíssima bateria. Ela tem integração com o iOS e você pode conferir a quantidade de bateria tanto da capinha quanto do próprio celular enquanto plugado nela, algo que não é oferecido em capinhas criadas por terceiros.

Até então tudo parece certo. Certo? Errado!

O design da nova capinha é extremamente peculiar e trás na sua parte traseira uma protuberância nada agradável – a menos que você realmente ame a Apple, seu design e não aceite que isso é… feio. “Bateria com tumor”, “corcunda” e mais outros apelidos já foram dados à nova capinha que definitivamente, à primeira vista, não parece ter sido criada pela Apple. Mas foi.

Não achou o suficiente para acreditar que o design da Apple, embora seja projetado para facilitar a vida dos usuários, segundo a própria empresa, esteja um tanto quanto diferente dos últimos anos? Leve em consideração, então, o formato que a empresa escolheu para carregar o acessório Apple Pen, caneta que foi desenvolvida para ser utilizada em conjunto com o iPad Pro, modelo com tela de 12,9 polegadas voltado para a criação de conteúdo.

Basicamente, você precisa plugar a caneta no conector Lightning do iPad Pro para que ela seja carregada, e isso vem gerando um sério desconforto por parte dos usuários. Para mostrar que acidentes acontecem e ninguém está imune a isto, um usuário do YouTube mostrou que o formato de carregar a Apple Pencil pode ser um pouco perigoso se você é desastrado.

E isso, é claro, sem levar em consideração que o acessório custa *apenas* R$ 849 aqui no Brasil.

Mas aí você para, e pensa: “mas estas são soluções que ajudam, de fato, a vida dos usuários.” E nós não discordamos. Uma capinha para carregar o iPhone e aumentar sua vida útil de bateria é ótimo, embora seu preço no Brasil possa ser ridiculamente alto, levando em consideração uma capinha da Mophie que custa R$ 729 na loja online da empresa.

Só que a coisa não para por aqui e os usuários vêm criticando mais um outro produto que a Apple trouxe para este ano: a nova geração do Magic Mouse. Se você é usuário de iMac e já comprou o novo mouse da Apple, deve ter percebido que para carregá-lo você simplesmente precisa colocá-lo de ponta cabeça numa superfície pois a porta Lightning está localizada exatamente na parte de baixo do acessório.

Agora, leve em consideração que em toda nossa vida fomos acostumados com mouses com fio e que estes fios ficam localizados na parte da frente, permitindo que o mouse funcione normalmente. Pois é, isso também vem sendo bastante criticado.

Tenha em mente que o design desses produtos vão de encontro com a filosofia da Apple de evitar até mesmo os menores aborrecimentos com os seus produtos, mas o que temos visto é algo como se a empresa não tivesse encontrado uma solução melhor para evitá-los e “foi assim mesmo“.

Mas, de qualquer maneira, tanto o iPad Pro quanto a Apple Pencil, assim como o Magic Mouse 2 e a famigerada capinha com bateria, serão produtos vendidos com altas margens de lucro em todos os países do mundo. Todos nós sabemos que será assim.

<!–

Se curtiu, compartilhe!

setTimeout(“loadSocialButtons()”, 300);
–>
Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *