Patrícia Poeta sobre saída do JN: “Fui buscar minha essência”


Apresentadora comanda ao lado de mais cinco colegas o programa semanal ‘É de Casa’


Redação iBahia
(variedades@portalibahia.com.br)

Patrícia Poeta ficou no jornalismo da Globo por 15 anos. Foi moça do tempo, repórter de rua, apresentadora do “SPTV”, do Fantástico e correspondente em Nova York. Por fim, chegou à bancada do Jornal Nacional ao lado de William Bonner. Fora do jornalismo, ela divide um programa com mais cinco apresentadores da emissora – André Marques, Ana Furtado, Tiago Leifert, Cissa Guimarães e Zeca Camargo –, o “É de Casa”.

 

Foto: Gshow

 

Sobre a troca, Patrícia garante que não houve discursão interna, apenas uma vontade de fazer entretenimento. “A minha saída do ‘Jornal Nacional’ foi exatamente por conta desse meu desejo antigo. Eu estava no ‘Fantástico’ há cinco anos e fazia informação com entretenimento que tinha tudo a ver comigo. A Fátima (Bernardes) foi realizar o sonho dela e eu assumi o ‘Jornal Nacional’. Quando completei três anos no ‘JN’, achei que já estava na hora de sair. Foi difícil, mas foi uma decisão de vida. Deixei o ‘Jornal Nacional’ para buscar a minha essência”, disse em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal ‘O Dia’.

Segundo a jornalista, aquele era o momento de arriscar. “Ou eu vivia fazendo aquilo que eu já estava fazendo por três anos e provavelmente faria por mais 20 anos, ou eu recomeçava do zero, me reinventava e fazia uma coisa que eu sempre tive vontade de fazer. Mas é difícil largar uma coisa que você conquistou. Como explicar isso para as pessoas? Muitos sonham com isso”, comentou. 

Tags:Patrícia Poeta, Jornal Nacional, saída, Nem Te Conto

Fonte: iBahia.com.br
Matéria publicada pelo site iBahia. Todos os créditos e direitos para o referido portal.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *