Últimas

Pentágono diz que membro do EI ligado ao mentor dos atentados de Paris foi morto

 (AFP/Arquivos Frederic Wallois )

Washington – O francês Charafe al Mouadan, um combatente do grupo Estado Islâmico (EI) “diretamente ligado” ao jihadista belga Abdelhamid Abaaoud, mentor dos atentados de Paris, foi morto na Síria, informou nesta terça-feira o coronel americano Steve Warren, porta-voz da coalizão anti-EI.

Al Mouadan “preparava outros ataques”, indicou o coronel. Ele seria amigo de um dos terroristas que atacou a casa de espetáculos Bataclan, Samy Amimour, e teria partido para a Síria em agosto de 2013, quando foi indiciado na França.

Mouadan, que foi morto em 24 de dezembro, está entre 10 outros líderes do EI mortos em dezembro, segundo o coronel Warren. O jihadista nasceu em 15 de outubro de 1989 de pais marroquinos em Bondy, no nordeste de Paris.

Foi em Drancy, não muito longe, que ele passou sua juventude e foi preso em outubro de 2012, quando se preparava para partir com dois amigos do bairro (Samy Amimour e Samir Bouabout) para o Iêmen ou Afeganistão via Somália.

O trio se radicalizou na internet e Mouadan teve aulas de tiro esportivo em um clube em Paris, segundo uma fonte próxima ao caso. Ele se equipou com equipamento paramilitar e fez um empréstimo de 20.000 euros, de acordo com uma fonte familiarizada com o assunto.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *