Últimas

Polícia prende 11 pessoas por "atos homossexuais" no Senegal

Moradores da cidade de Kaolack, no Senegal, disseram que a polícia prendeu 11 pessoas por “atos homossexuais”. Segundo Boukhari Ndiaye, os presos estavam entre os cerca de 20 convidados que participavam da celebração de um casamento gay em uma escola da cidade, nesta sexta-feira.

A prática de atos homossexuais é criminalizada em pelo menos 34 países da África, incluindo o Senegal, onde a pena pode chegar a cinco anos de prisão e multa de até US$ 2,5 mil. Um famoso jornalista senegalês, Tamsir Jupiter Ndiaye, foi condenado em julho a seis meses de prisão com base nessa lei. Na mesma ocasião, outros sete homens foram presos.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *