Polícia prende médico em Caruaru em ação vinculada à Operação Hipócrates

O médico Bartolomeu Bueno Mota, 66 anos, foi preso e encaminhado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, no Agreste, a 130 quilômetros do Recife. Agentes da 3ª Divisão de Homicídios e Malhas da Lei realizaram a prisão pela manhã, numa ação vinculada à Operação Hipócrates, deflagrada em novembro, contra crimes e corrupção passiva relacionados à cobrança de cirurgias para pacientes carentes no Hospital Regional do Agreste (HRA).

Segundo o delegado Bruno Vital, a operação ocorreu em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pela 4ª Vara Criminal da Comarca de Caruaru como parte da Operação Hipócrates. O Hospital Regional do Agreste, que integra a rede do Governo de Pernambuco e faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS), com 225 leitos, sendo 19 de UTI para adultos, e realiza cerca de 7,4 mil internações e 115,3 mil procedimentos por ano, inclusive cirurgias geral, de cabeça e pescoço e plástica reparadora.

A Operação Hipócrates resultou na apreensão de documentos e computadores, além da prisão de dois médicos, seis profissionais de saúde e uma comerciante, em novembro. O grupo é acusado de cobrar por cirurgias que deveriam ser realizadas gratuitamente através do SUS, no HRA. As investigações que precederam a Operação Hipócrates duraram quatro meses, mas a ação do grupo chegou a ser identificada período de dois anos.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *