Últimas

Policlínica Lessa de Andrade será centro de referência para atendimentos de microcefalia

Agentes da PCR fazem vistorias em casas do bairro do Coque. Foto: Paulo Paiva/DP
Agentes da PCR fazem vistorias em casas do bairro do Coque. Foto: Paulo Paiva/DP

O ano de 2016 será crucial na luta contra o alto índice de casos de dengue, zika vírus, febre chikungunya e microcefalia no Recife. Na manhã desta terça-feira, foi divulgado o balanço das ações desenvolvidas pelo Plano Emergencial de Enfrentamento ao Aedes aegypti e o anúncio das novidades. A partir da próxima segunda, a Policlínica Lessa de Andrade, na Benfica, será centro de referência para o atendimento das crianças diagnosticadas com microcefalia. Também serão feitos testes com drones para aplicação de larvicida em locais de difícil acesso na cidade.

Somente este ano, já foi realizado mais de 1,8 milhão de vistorias e visitas em residências para identificar e exterminar focos do inseto em 94 bairros. Mais de 3,9 mil servidores foram capacitados para o trabalho e mais de 80,6 toneladas de lixo e entulhos foram removidos. Através da plataforma Transforma Recife, 500 voluntários foram cadastrados para se unir ao poder público na luta contra o Aedes.

A nomeação de especialistas para atuar na Lessa de Andrade aconteceu ainda no mês de dezembro. Serão dois neuropediatras, dois fonoaudiólogos, dois fisioterapeutas e dois terapeutas ocupacionais. Ainda neste mês, foram realizadas ações para avaliar a utilização dos drones, que identificam os focos, calculam a quantidade do larvicida e aplicam.

“Nós tivemos uma mobilização muito grande das pessoas nestes primeiros dias do Plano Emergencial com um volume enorme de ações. Nós agora vamos iniciar uma nova etapa, com a instalação de um centro de referência na Policlínica Lessa de Andrade para atender as crianças e suas famílias diagnosticadas com microcefalia. A partir de fevereiro teremos um reforço grande também nas escolas públicas e particulares, e nas faculdades, para abordarem este tema dentro das salas de aula para a conscientização das pessoas”, explicou o prefeito Geraldo Julio.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *