Últimas

Prefeitura do Recife e Exército definem ações de combate ao mosquito Aedes aegypti

Detalhes de como o Exército atuará no combate ao mosquito Aedes aegypti no Recife serão definidos hoje, em reunião entre o prefeito Geraldo Julio e o comandante militar do Nordeste, general Manoel Pafiadache. A reunião ocorre às 15h, no Comando Militar do Nordeste, localizado na rodovia BR-232, no bairro do Curado.

A intenção do encontro é reforçar as ações realizadas pela gestão municipal para atacar o causador da dengue, chikungunya e zika vírus, este último relacionado aos casos de microcefalia. Os militares, que já atuaram em 2015 na visitação às casas em bairros com alto índice de infestação, deverão voltar a trabalhar junto aos agentes de endemias ainda neste começo de mês. O governo federal colocou 800 homens à disposição de Pernambuco, para realizar trabalho semelhante em todas as regiões do estado.

O Ministério Público de Pernambuco também estuda apoiar o combate ao Aedes aegypti e oferecer suporte às mães e bebês com microcefalia. O órgão deve publicar uma recomendação com orientações para os casos de doença. Ontem, o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção à Saúde Pública se reuniu com médicos infectologistas e representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para apurar detalhes técnicos das notificações e também do atendimento prestado a mães e bebês. O documento deve ser concluído ainda nesta semana.

Estado
O secretário estadual de Saúde, José Iran Costa, também se reunirá hoje com o general Pafiadache. O encontro acontecerá às 8h30, na sede da Secretaria Estadual de Saúde, no bairro do Bongi, no Recife. Na pauta, está o apoio do Exército às ações de controle do Aedes em nível estadual. Também participam do encontro representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria de Defesa Social.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *