Últimas

Quase 13 mil famílias ficam desabrigadas por chuvas em Assunção

Temporais em Assunção provocaram inundações, com o aumento no volume do rio Paraguai, deixando 13 mil famílias desabrigadas no bairro carente de Bañados de Asunción, neste sábado.

A situação também provocou violentos protestos neste sábado contra o governo para reivindicar maior atenção dos poderes públicos.

Em nota divulgada na sexta-feira, a Secretaria de Emergência Nacional informou que o leito do rio Paraguai registrava um aumento de mais de sete metros.

Imagens postadas nas redes sociais mostravam ruas inundadas, carros à deriva nas ruas, árvores derrubadas, casas com água até a altura das janelas e longas filas de automóveis em várias regiões do país, incluindo na capital.

Na sexta-feira, o presidente Horacio Cartes declarou estado de emergência em Assunção e em outros sete departamentos: Concepción, San Pedro, Misiones, Central, Ñeembucú, Amambay e Presidente Hayes.

O estado de emergência libera recursos “para combater os efeitos provocados pelo grave temporal e as inundações registradas nessas zonas do território da República”, completa a nota.

Há duas semanas, os fortes temporais que castigam Assunção e sua periferia deixaram dois mortos.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *