Últimas

Samsung também está trabalhando no chipset Exynos 8870, diz site

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Samsung está trabalhando no chipset Exynos 8870, que será menos potente que o seu novo topo de linha Exynos 8890 para alguns de seus aparelhos mais emblemáticos do próximo ano. O 8870, porém, será produzido especificamente para clientes externos da Samsung, como a Meizu. As informações ainda não foram confirmadas pela fabricante e foram divulgadas pelo MyDrivers.

E, levando em consideração que já existem rumores sobre o Meizu Pro 6 e seu lançamento com um chipset da Samsung no próximo ano, a informação chega a ser bem interessante. O desempenho deste chipset, apesar de ser inferior ao 8890, ainda assim deverá competir de igual para igual com as linhas superiores da Qualcomm, como o Snapdragon 820.

Até o momento de publicação deste artigo, nenhuma outra informação ligada a arquitetura do chipset havia sido revelada. Certamente, assim como já aconteceu anteriormente, detalhes do Exynos 8870 deverão ser revelados assim que a Samsung começar a testá-lo em benchmarks.

O MyDrivers também não deixa claro se a Samsung utilizará o Exynos 8870 internamente em seus modelos de médio custo ou se ele será exclusivo para apenas outras empresas interessadas na arquitetura da sul-coreana.

Recentemente, o site publicou um gráfico comparando os principais chipsets da atualidade que serão lançados/utilizados para modelos no início de 2016 (e alguns já estão em uso). Os testes incluem o Exynos 8890, Snapdragon 820, Kirin 950, Helio X20 e o Apple A9; todos eles passaram pelo GFXBench e pelo Geekbench 3.

O primeiro lugar ficou para o Snapdragon 820 com GPU Adreno 530, entregando melhor desempenho que os seus rivais; em segundo lugar, o Exynos 8890, da Samsung, com GPU Mali-T880, e por fim o Apple A9 com GPU própria. Modelos como o Kirin 950 e Helio X20 entregaram desempenho inferior aos seus concorrentes.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *