Últimas

Samsung vai pagar US$ 548 milhões para Apple por infração de patente

Da Redação do site Tudocelular.com.br

No mercado de dispositivos móveis recorrentemente ocorrem problemas relacionados a patentes, muitas vezes algumas empresas acabam utilizando tecnologias que são registradas por outras companhias. Na maioria das vezes isso acaba causando processos, como está sendo realizado na Índia entre a Ericsson e Xiaomi. Até as maiores do mercado, como Samsung e Apple, estão em batalha por uso indevido de patentes.

Só que infelizmente esse problema não durará mais tempo, a Samsung decidiu que irá pagar para a Apple US$ 548 milhões pelo uso de tecnologia da companhia de Cupertino. Ou seja, depois de muito batalhar nas cortes, ela se rendeu e irá pagar pela infração.

A reclamação foi realizada pela Apple originalmente há quatro meses, desde então as duas empresas estavam em batalha nos tribunais. Agora a companhia de Steve Jobs irá receber o dinheiro da Samsung no dia 14 de dezembro, certamente será um ótimo presente de Natal. Agora as duas companhias poderão sair dos tribunais livres de problemas.

“Continua a reservar todos os direitos para obter o reembolso da Apple e / ou pagamento pela Apple de todos os valores que devem ser pagos como impostos. […] A Samsung reserva todos os direitos para recuperar ou obter o reembolso de quaisquer quantias pagos pela Samsung para qualquer entidade no caso de o julgamento parcial ser invertido, modificados, abandonadas ou retiradas em sede de recurso ou de outra forma, inclusive como resultado de qualquer processo antes do USPTO abordar as patentes em causa ou como resultado de qualquer pedido arquivado junto à Suprema Corte”, afirmou a empresa sul-coreana em comunicado.

Caso você não tenha entendido o que a Samsung quis dizer nessa nota, ela afirma que caso o juiz mude o resultado do caso por algum motivo, a Apple será obrigada a devolver o dinheiro para a companhia sul-coreana.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *