Últimas

SBT é condenado a pagar R$ 700 mil por merchandising em “Carrossel”

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O SBT foi condenado pela Justiça a pagar uma multa de R$ 700 mil por exibir merchandising infantil na novela “Carrossel”. A condenação é em primeira instância e a emissora vai recorrer da decisão. Segundo a ação civil pública movida pelo Procon/SP, a prática aconteceu no período monitorado entre maio e agosto de 2012.

De acordo com informações do portal UOL, segundo o Procon, alguns dos anunciantes já haviam sido condenados, em âmbito administrativo, pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), mas na ocasião houve apenas o compromisso de retirada das crianças dos anúncios, que continuaram a ser apresentados pelo elenco adulto. Mas o objetivo, na verdade, seria evitar a publicidade inserida no programa voltado ao público infantil.

Para o juiz Luis Felipe Ferrari Bedendi, a “emissora valeu-se da ingenuidade, da falta de perspicácia e da imaturidade do público infantil para dele se aproveitar economicamente, incutindo-lhes a necessidade de aquisição dos produtos veiculados”.

Ele também ressaltou que são vários os exemplos de merchandising infantil. “Além da constante focalização do produto em diversas cenas, chegou-se ao ponto de montarem uma sala de aula com cartazes do sabonete apostos nas paredes e, com um exemplar, a personagem da professora faz deliberadamente propaganda enquanto ensina aos alunos a importância de lavarem bem as mãos”, afirma.

Não foi a primeira vez que o SBT recebeu uma multa por publicidade com crianças. Em 2011, a rede de Silvio Santos foi multada em R$ 1 milhão pelo Ministério da Justiça por fazer publicidade disfarçada nas gincanas de prêmios dos programas “Carrossel Animado” e “Bom Dia & Cia”, já que seus apresentadores se referiam aos produtos pelas marcas.


Fonte: Bastidores da TV

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *