Tarantino reclama que Disney prejudicou lançamento de seu novo longa

Quentin Tarantino durante premiere de Os oito odiados' em Paris. Foto: François Guillot/Reprodução
Quentin Tarantino durante premiere de Os oito odiados’ em Paris. Foto: François Guillot/Reprodução

Quentin Tarantino reclamou, em público, que a Disney está usando o episódio VII de Star wars para “sair do lugar para ferrá-lo”. Em entrevista ao The Howard Stern Show, falou sobre seu incômodo com a multinacional e acusou a empresa de usar “práticas chantagistas”. Seu novo filme Os oito odiados, que terá pré-estreia em 31 de dezembro em mais de 100 cinemas nos Estados Unidos. O diretor, porém, queria que o longa entrasse em cartaz no Cinerama Dome, em Hollywood, espaço tradicional que está totalmente envolvido com o novo episódio de Star wars.

“Nós iríamos exibir no Cinerama Dome no dia 25 de dezembro, e ficar em exibição lá exclusivamente durante duas semanas. E Star wars ía ficar nas duas semanas anteriores. Eu cresci em Los Angeles, então eu acho que o Cinerama Dome é importante, e queria ver [Os oito odiados] lá. Então o que aconteceu foi que a Disney, que detém os direitos de Star wars, decidiu: ‘Bom, quer saber? Talvez nós queiramos ficar em exibição lá durante todo o feriado. Então vamos até o Cinerama Dome dizer que eles não podem honrar o contrato de exibir Os oito odiados’, narra Quentin.

“O pessoal da Arclight, que é dono do Cinerama Dome, disse: ‘Não, não, vocês não podem fazer isso. Temos um contrato com o pessoal de Os oito odiados, de exibir em 70mm. É isso que a gente faz’. Então, ontem, a Disney foi até a Arclight e disse ‘Não, vocês vão exibir Star wars no Cinerama Dome durante todo o feriado, e se vocês não fizerem isso, se vocês honrarem o contrato com Os oito odiados, nós não vamos deixar vocês terem Stars wars, o maior filme do mundo; nós não vamos deixar vocês o exibirem em nenhum cinema da Arclight'”.

O The Hollywood Reporter, no entanto, declarou que a Disney já havia reservado o espaço para a exibição de The Force Awakens do dia 17 até o fim do feriado de fim de ano. Durante este tempo, a distribuidora de Os oito odiados tentava entrar em acordo para agendar o Dome para tarantino, mas segundo fontes, nunca existiu contrato formal e o cineasta foi informado recentemente sobre o episódio.

Magoado, o diretor chamou de “vinagtiva” a atitude da Disney e lembrou que já fez “muito dinheiro para as coorporações Disney,”mencionando o tempo em que a Miramax, responsável por lançamentos como como Pulp Fiction e Kill Bill Vol. 1 e Vol. 2. era propriedade da Disney. Para ser diplomático, Tarantino revelou ainda não ter nada contra com J.J. Abrams ou Star Wars, mas que seu problema é com os responsáveis pela Disney. Eu amo J.J.”, declarou. Como solução, Os oito odiados terá exibição em outro auditório da Arclight, que vai projetá-lo em 70mm. Em terras brasileiras o filme vai estrear em 7 de janeiro.


Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *