Tribuna SBTpedia: 2015 – Passando a Limpo, por Gabriel Reis

Por Gabriel Reis* (gabrielviannareis@gmail.com)

2015 foi um ano de consolidação da vice-liderança nacional para o SBT e de investimentos. Abaixo listo alguns destaques e faço um balanço (positivo ou negativo) dos principais lançamentos do SBT nesse ano.


Acordos com Disney e Nickelodeon


Apesar do desacerto ocasionado aos domingos (que falarei abaixo), os contratos com Disney e Nickelodeon representaram uma sobrevida a um público importantíssimo do SBT: o público infantil. Com cada vez menos produtos da Warner sob seus domínios, o SBT precisava diversificar seu portfólio e isso foi feito com a aquisição de produtos da Nickelodeon (como “Bob Esponja” e “Madagascar”) e da Disney (como “Hannah Montana” e “A Casa do Mickey Mouse”). Muitas vezes são essas atrações que desbancam programas da Globo como o “Bem Estar” e o “É de casa”. 


“Latin Grammy”


Sem dúvida o maior erro do SBT no ano. Anunciar um produto e não exibi-lo sem qualquer justificativa ao público é inaceitável. É compreensível não fazer a premiação ao vivo, mas o horário (acertado) das madrugadas de sábado era ideal. Qualificaria a grade e não comprometeria tanto na audiência. É o típico erro que marca: daqui a dez anos, ainda vão lembrar do “Grammy que não foi ao ar” (voltar atrás e exibir a premiação no 28/11 não tirou a “mancha” da promessa não cumprida). 


“Sabadão com Celso Portiolli”


O buraco negro da faixa das 22h/23h de sábado finalmente ganhou um investimento a altura. Palco de inúmeros investimentos fracos ou inconstantes após a migração da “Praça é Nossa” para as quintas-feiras (como inúmeras sessões de filmes; a reedição do “Viva a Noite”; o humorístico “Sem Controle”; entre outros), os sábados do SBT agora são liderados por um craque: Celso Portiolli. Poucos apresentadores são tão carismáticos, versáteis e tem tanta identificação com a emissora como Celso. Logicamente que há a reconstrução de um horário abandonado e que é ocupado pelo “Legendários” desde 2010, mas Celso já disputa ponto a ponto com Marcos Mion e não fica muito atrás da Globo. Tem que se ter paciência. 


Mudança no horário do “Domingo Legal”


Principal “calcanhar de Aquiles” (talvez o único) do novo acordo SBT-Disney, o “Domingo Legal” teve sua duração reduzida. Antes exibido de 11h00 às 15h00, agora Celso Portiolli começa às 13h00 recebendo com uma audiência baixa do “Mundo Disney”. Se antes, Portiolli disputava ponto a ponto com Geraldo Luís a preferência do telespectador, hoje se esforça para perder de pouco e tentar entregar em melhores condições para “Eliana”. 


“Bake Off Brasil” e “Cozinha Sob Pressão”


2015 foi sem dúvida o ano dos realities gastronômicos. Sendo capitaneados pelo “Masterchef” (na Band), nós tivemos “Bake Off Brasil” e “Cozinha sob Pressão” no SBT, “Batalha dos Confeiteiros” na Record e ainda “Masterchef Júnior”, também na Band. Mesmo com uma concorrência enorme no mesmo gênero, o trabalho desenvolvido pelas produções de ambos os formatos apresentados pelo SBT é fantástico. Não fica abaixo em nenhum quesito em relação aos concorrentes ou às versões estrangeiras. Com um horário difícil, mas que começa a ser trabalhado a longo prazo (sábado, 21h30), o SBT tem uma bela oportunidade de oferecer ao público bons produtos nesse segmento de programa. 


Cúmplices de um Resgate


“Cúmplices” começou com espantosos 13 pontos de média nas primeiras semanas de exibição. O índice é superior ao de “Carrossel”, “Chiquititas” e ao de qualquer novela exibida pelo SBT nos últimos dez anos. No entanto, houve um claro decréscimo de audiência, com a subida de “Os Dez Mandamentos” na Record: a trama de Moisés chegou a 28 pontos de média, é quase impossível passar “imune” a isso. O cenário atual, após o término do folhetim da Record, é de recuperação: comparando os dias 20/11 (última sexta-feira de exibição de “Os Dez Mandamentos”) com uma semana depois (27/11) a novela do SBT cresceu 43% na audiência. Hoje a diferença entre SBT e Record, que no dia da abertura do Mar Vermelho foi de quase 20 pontos, fica em torno de apenas 3 pontos com a reexibição da minissérie “Rei Davi” e a recuperação da novela protagonizada por Larissa Manoela. 

Além dos destaques citados acima, neste ano também tivemos as estreias da competição musical “Levanta-te” (dentro do “Programa Silvio Santos”), do reality “Pequenos Campeões” e do programa de automobilismo “Acelerados”. Apesar de espalhados ao longo do ano, o SBT realizou uma série de investimentos em sua programação e as projeções para 2016 incluem: um segundo horário de novelas, a estreia do novo reality show gastronômico “BBQ Brasil: Churrasco na Brasa”, o remake nacional de “Carinho de Anjo” e a volta do Baú da Felicidade e de dois de seus programas clássicos: “Caldeirão da Sorte” e “Pra Ganhar, é só Rodar”. Os novos investimentos para o ano que vem serão tema da próxima coluna, na segunda-feira, dia 14.
/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-language:EN-US;}

*É graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) pela Escola de Comunicação da UFRJ. Teve passagens pela TV Boas Novas e pelos canais Esporte Interativo, onde foi coordenador de programação. Atualmente escreve artigos de opinião às segundas-feiras no “SBTpedia”

Fonte: SBTpedia (www.sbtpedia.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *