Últimas

Tribuna SBTpedia: O aniversário de Silvio Santos – 5 anos atrás, por Rafael Fialho

O aniversário de Silvio Santos – 5 anos atrás

Por Rafael Fialho* (rafaelbfialho@gmail.com)

Como tudo o que circula o universo de Silvio Santos, já virou notícia: seu aniversário está chegando e promete. Além de uma revista comemorativa dos “85 anos do patrão” – cujos R$ 12,90 não justificam uma edição mal feita e requentada para aproveitar o sucesso editorial do apresentador –, está programado para ir ao ar um especial de 2h30 de duração sobre a efeméride. As notícias dão conta de que o programa vai reunir depoimentos de profissionais de várias emissoras, além de material inédito. Cinco anos atrás, quando virou octogenário, Silvio também ganhou uma homenagem dos colegas de trabalho – que analisei juntamente com o amigo Marcos Meigre para uma disciplina da faculdade. O resumo dos resultados você encontra abaixo, como uma espécie de prévia do que podemos esperar para a próxima festa televisiva.

[embedded content]

Homenagem de 12 de dezembro de 2010


Com ares de “invasão” na programação, o especial foi estruturado em depoimentos de pessoas próximas a Silvio, e assim como está previsto para esta semana, a locução foi de Marília Gabriela. A partir da exposição de fotos e vídeos íntimos da família Abravanel, há claramente o propósito de humanizar o apresentador e torná-lo um de nós: Silvio torna-se apenas Senor, um homem que lava louças como qualquer outra pessoa. Daniela Beyruti, em uma de suas falas, diz que o pai “ama sentir que ele é normal”.

Apesar da representação de Silvio Santos como uma pessoa comum em muitos momentos do programa, a imagem de homem de negócios e grande apresentador não deixa de estar atrelada a ele. Nota-se uma dupla forma de percepção da figura de Silvio – uma ligada à imagem socialmente construída ao longo de sua carreira, e outra relacionada à vida cotidiana. Dessa dualidade é possível verificar o surgimento de um efeito de sensibilização, visto que tanto o lado ‘humano’ quanto o lado ‘profissional’ são capazes de gerar emoções. A vitoriosa história de vida de Silvio é celebrada no roteiro, remetendo a suas origens e aos principais fatos que o levaram à consagração da qual ele goza atualmente.
A principal estratégia para endeusamento e ao mesmo tempo humanização do homenageado é o investimento nos “papéis” que ele desempenha, todos cumpridos com louvor, segundo o programa.

O apresentador – sua carreira surge como um dom, vocação, algo inato a ele; assim, cria-se uma ideia de predestinação de alguém que teve sorte, mas também batalhou muito. As imagens trazem recortes dos mais variados programas já apresentados por Silvio, com situações cômicas, engraçadas, de brincadeiras com o público, ressaltando a representação do “homem-sorriso”, da aura de felicidade que se criou em torno do apresentador – algo que é endossado pela inserção de uma fala dele mesmo: “Aos domingos eu sou uma criança; uma criança que brinca, uma criança que se diverte como todas as crianças. Aos domingos eu procuro entrar nas casas dos brasileiros como uma criança, com o meu lado infantil”.

O empresário – o programa trata a carreira empresarial de Silvio como mais uma atribuição natural, como um vendedor inato que foi aprendiz de seu Tio Isac, um negociante. O programa ainda representa-o como um visionário, o que é dito por sua irmã: “Ele já tinha essa capacidade de ver muito mais à frente”. Assim, é alimentado um caráter místico até mesmo sobrenatural acerca do empresário. Um patrão como poucos: essa é a ideia difundida quando são mostradas imagens das funcionárias trabalhando, e a camareira afirma que “ter Silvio como patrão é um presente de Deus”. Vale lembrar que o programa em questão foi veiculado em 2010, à época do rombo de mais de R$ 2,5 bilhões no Banco Panamericano, o que é prenunciado quando o locutor diz que a vida do apresentador “não tem sido fácil”. Nesse sentido, a produção contribui para (re)construir o ethos de exímio empresário, que mesmo em meio a tantas dificuldades, conseguiu vencer – “Nada derruba esse homem”, diria Roque.

O pai – a edição trouxe vídeos de família, gravações caseiras que dão ar de ineditismo ao programa, humanização de Silvio e legitimidade ao que é dito nas entrevistas. As filhas ficam por conta de narrar alguns “casos de família”, passando por momentos engraçados ou mais emotivos (por exemplo quando Silvia chora ao se relembrar de um episódio vivido com o pai). Tanto os depoimentos quanto as imagens selecionadas passam a ideia de Silvio como um pai companheiro, alguém que valoriza a família.

Em 2010, a premissa da homenagem de aniversário era mostrar fatos desconhecidos da vida de Silvio Santos, dizer o que não havia sido dito até então. Mas agora que isso já foi feito, o que esperar do novo programa especial? A julgar pelas personalidades já entrevistadas – não tão relacionadas à vida pessoal de Silvio, mas à carreira dele –, talvez a próxima edição privilegie a contribuição da faceta de apresentador, mostrando porque ele é “o rei da TV brasileira” (título que deverá surgir na inconfundível voz da Gabi). Algo que provavelmente deve ocorrer é o investimento na figura de “velho gagá” encarnado pelo aniversariante, com imagens dos episódios da queda no palco, da calça caída ou da pianista pelada. Já que o melhor da festa é esperar por ela, façam suas apostas nos comentários!

Bônus: pesquisando para escrever esse texto, olha a raridade que encontrei (OK, está no Youtube, então nem é tão inédito assim), mas vale a pena conferir uma imagem de família que não foi parar no baú de recordações dos 80 anos de Silvio. Será que virá no próximo programa?

[embedded content]

A família deseja feliz aniversário a Silvio Santos


*É jornalista mestrando em Comunicação Social pela UFMG e fez do SBT seu objeto de estudo: pesquisa o canal há tempo e atualmente estuda a interação da emissora com seu público a partir da análise das vinhetas institucionais. Atualmente escreve artigos de opinião às quartas-feiras no SBTpedia. Para conhecer seus trabalhos sobre o SBT, mandar críticas, sugestões ou trocar ideias, escreva para rafaelbfialho@gmail.com

Fonte: SBTpedia (www.sbtpedia.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *