Turquia sofre um ataque virtual

O ataque foi cometido por "fontes organizadas", fora da Turquia, afirma um comunicado da ONG Nic.tr, que administra os endereços de internet com a extensão ".tr". Foto: AFP/Arquivos Thomas Samson.
O ataque foi cometido por “fontes organizadas”, fora da Turquia, afirma um comunicado da ONG Nic.tr, que administra os endereços de internet com a extensão “.tr”. Foto: AFP/Arquivos Thomas Samson.

Ancara (AFP) – Os servidores da Turquia sofreram a partir da segunda-feira passada um potente ciberataque, que provocou atrasos consideráveis nos serviços bancários, anunciou uma ONG vinculada ao governo turco.

O ataque foi cometido por “fontes organizadas”, fora da Turquia, afirma um comunicado da ONG Nic.tr, que administra os endereços de internet com a extensão “.tr”, que incluis os ministérios, as Forças Armadas e os bancos do país.

A situação é “grave”, declarou o ministro dos Transportes e das Comunicações, Binali Yildirim, que pediu a Nic.tr um reforço das medidas de segurança que se mostraram “insuficientes”.

O ataque virtual pode ter origem na Rússia, afirma a imprensa turca, que cita a atual crise entre Ancara e Moscou, provocada pela derrubada de um avião militar russo pela aviação turca em 24 de novembro.

Ao mesmo tempo, o grupo de hackers Anonymous anunciou há alguns dias o início de uma guerra digital contra a Turquia por seu “apoio (…) ao grupo Estado Islâmico (EI)”.

“A Turquia apoia o Daesh ao comprar petróleo e prestar atendimento médico a seus combatentes”, afirma o Anonymous em um comunicado.

“Caso não interrompam o apoio ao Daesh, continuaremos com os os ciberataques contra a Turquia”, advertia a nota do grupo.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *