Twitter começa a enviar alertas a usuários que são alvo de hackers patrocinados pelo Estado

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Os ciberataques não são nenhuma novidade no mundo digital, mas os que preocupam os profissionais de segurança não são apenas aqueles de usuários mal intencionados que tentam roubar informações e conteúdos de outros usuários. Um dos tipos de ataques que tem aumentado ultimamente é o de hackers patrocinados pelo Estado (state-sponsored), que tem gerado preocupação entre a comunidade de tecnologia global.

Em outubro deste ano, o Facebook revelou seus planos para notificar os usuários que podem ter sido vítimas de tais ataques e orientá-los no sentido de aumentar a segurança de suas contas. Anos antes, em 2012, a Google já havia implementado avisos similares em seu serviço de e-mails juntamente com recomendações, tais como habilitar a autenticação de dois fatores e aumentando o nível de entropia de senhas (técnica que utiliza caracteres aleatórios para aumentar a complexidade da senha).

Nos últimos dias, de acordo com relatos do Engadget, o Twitter está seguindo os passos das outras empresas, enviando notificações para os seus usuários com alertas a respeito de possíveis ataques patrocinados pelo Estado. Essas notificações também incluem links para o Tor Project e guia do EFF para “Proteger-se em redes sociais” no caso de quem twitta sob um pseudônimo e esteja preocupado com mais ataques direcionados.

Nessas notificações, o Twitter também avisa aos usuários afetados que atualmente não haveria nenhuma evidência de que quaisquer informações da conta pessoal da vítima tenham sido obtidas por estes supostos atacantes patrocinados pelo Estado. No entanto, dada a formulação da mensagem, não exclui a possibilidade de que outras informações poderiam ter sido obtidas ou descobertas através de investigações posteriores.

Não se sabe ao certo qual foi o país responsável pelo ataque no caso dos usuários que informaram sobre o comunicado do Twitter. Alguns dos alvos são ativistas ou chefes de segurança, mas não há nenhum segmento óbvio vinculando todos. De qualquer forma, esses tipos de usuários parecem ser os alvos mais óbvios de ataques patrocinados por governos.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *