Últimas

Twitter finalmente atualiza suas regras para combater discurso de ódio

Da Redação do site Tudocelular.com.br

O Twitter teve uma história problemática sobre seu método para lidar com abuso e assédio na sua plataforma, mas recentemente a empresa tem tomado algumas decisões para atenuar isso. Sua ação mais recente veio ontem sob a forma de uma atualização nas suas regras oficiais, que define uma linguagem mais clara para enfatizar que a empresa “não tolerará comportamento destinado a assediar, intimidar ou usar o medo para silenciar a voz do outro usuário.”

Comparando as novas políticas com a versão anterior em cache, percebe-se que o Twitter criou uma nova seção só para tratar de casos de comportamento abusivo. Anteriormente, essa categoria de problemas foi agrupada em uma seção de ‘Abuso e Spam’.

Há também uma mudança no tom e na linguagem, que antes tinha um estilo de corporativo de um comunicado. Agora, a linguagem mais amigável procura falar sobre sua filosofia mais claramente.

Acreditamos na liberdade de expressão e que a verdade liberta, mas isso não representa muito como uma filosofia subjacente se as vozes forem silenciadas caso as pessoas tenham medo de falar francamente. Para assegurar que as pessoas se sintam seguras ao expressarem suas opiniões e credos, não toleraremos comportamentos que ultrapassem a linha para o abuso, incluindo comportamento assedie, intimide ou use o medo para silenciar a voz do outro usuário.

Qualquer conta ou contas relacionadas envolvidas nas atividades especificadas abaixo poderão estar sujeitas a bloqueio temporário e/ou suspensão permanente.

O destaque da nova subseção é a respeito do que se constitui como conduta odiosa. As regras antigas do Twitter não tinham nenhuma linguagem específica contra o ódio de qualquer tipo, por isso é um grande passo em frente no combate aos discursos dessa espécie.

Conduta de propagação de ódio: Você também não pode promover violência atacar diretamente ou ameaçar outras pessoas com base em raça, etnia, nacionalidade, religião, orientação sexual, sexo, identidade de gênero, idade ou deficiência. Também não permitimos contas cujo propósito principal seja incitar lesões a outros com base nessas categorias.

A maioria dos termos reorganizados não são necessariamente novos, mas se tornam mais claros. Por exemplo, considerando que anteriormente publicar informações confidenciais, tais como endereços ou números de segurança foi considerado uma limitação de conteúdo, agora está explicitamente na seção de abuso, e torna as contas que realizam isso sujeitas a bloqueio temporário ou permanente suspensão.

O equilíbrio entre a liberdade de expressão e a remoção de linguagem ofensiva tem sido assunto de polêmicas e debates em muitas redes sociais, principalmente por grupos que defendem seu “direito de opinar”. Pode ser uma linha dura para os gerenciadores das redes, especialmente com as implicações que a liberdade total pode ter, como por exemplo, os casos de disseminação de propaganda de ódio de grupos como o ISIS no Twitter, que podem resultar em crimes on-line ou até em atrocidades.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *