Universidade no Japão proíbe relógios inteligentes durante provas

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Os dispositivos vestíveis começaram a se tornar mais populares nesse ano, ainda mais com o lançamento do Apple Watch, um dos aparelhos responsáveis pela popularidade dos relógios inteligentes. É justamente pela fama desses aparelhos que mais empresas começaram a produzir relógios e pulseiras inteligentes. Só que isso ainda não é considerado algo bom em alguns lugares, como em escolas e universidades.

Já surgiram algumas informações indicando que universidades ao redor do mundo começaram a proibir o uso de relógios inteligentes dentro da sala de aula. De certa forma, os alunos podem usar o aparelho para pesquisar por informações da internet e assim usar como cola.

De acordo com informações do The Wall Street Journal, agora a Universidade de Kyoto, no Japão, afirmou que irá banir o uso de relógios inteligentes em dias de prova. Na realidade, é proibido o uso de qualquer relógio, já que cada vez mais as companhias produzem aparelhos que parecem menos futurísticos e podem se passar por um aparelho analógico.

Pode parecer algo bastante antiquado, mas como já fora citado, a Universidade de Kyoto não é a única ao redor do mundo a realizar o banimento. É provável que em alguns países dispositivos do estilo comecem a ser proibidos até no trânsito.

Recentemente uma universidade australiana também proibiu o uso dos aparelhos durante as provas, os alunos devem ficar com os pulsos livres. De qualquer forma, aqueles que realmente usam relógios analógicos não precisam se preocupar, já que normalmente as salas de prova possuem relógio na parede.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *