Universidade oferece oportunidade em Portugal

Situada em Faro, no Sul de Portugal, a Universidade do Algarve (UAlg) abriu a primeira fase de candidaturas do biênio 2016/2017 para os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A universidade congrega unidades de ensino superior acadêmico e politécnico e criou ainda um incentivo aos estudantes brasileiros, ao reduzir o valor da anuidade.

São oferecidas 60 vagas para os cursos de graduação (licenciatura e mestrado integrado), que agora variam entre 2 mil euros e 3,5 mil euros. Elas podem ser pagas em até oito mensalidades. Já os candidatos mais bem classificados continuam com a bolsa de anuidade reduzida no valor de 1,1 mil euros. As candidaturas para o ano letivo são gratuitas e realizadas no endereço www.ualg.pt.

Para o acesso, a UAlg exige um mínimo de 500 pontos na prova de redação e pelo menos 475 pontos em cada uma das restantes provas. Ivana Carolina, 22, aluna de intercâmbio no âmbito de um protocolo de cooperação entre a Universidade do Algarve e a Universidade de Brasília, frequentou neste ano um semestre do curso de Ciências da Comunicação da Escola Superior de Educação e Comunicação da UAlg.

“Eu sempre quis passar algum tempo no exterior, ser independente, aprender como lidar com a saudade de casa, sem o apoio direto da família. Foi uma experiência incrível”, contou.

Ivana estimula os candidatos do Enem a participarem da seleção. “Este é o momento certo, esta é a oportunidade de experimentar novas culturas, mesmo dentro de sua zona de conforto. Eu nunca vou esquecer a minha experiência profissional e pessoal”, destacou.

Camila Rocha, aluna da Universidade Federal de Minas Gerais, também já fez um intercâmbio na UAlg, no Departamento de Engenharia Alimentar do Instituto Superior de Engenharia. “A minha experiência foi muito produtiva. Adorei a oportunidade de conhecer e vivenciar outra cultura e também de conhecer novas pessoas. Além de aumentar muito os meus conhecimentos, acredito também ter contribuído com a pouca experiência que possuo”, relembra. Ela lembra que teve uma recepção calorosa, além de auxílio e suporte  dos professores, dos colegas de sala de aula, além de coordenadores.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *