Você já pode comprar um 'skate' voador se tiver R$ 77 mil sobrando

O skate voador de “De Volta Para o Futuro 2” foi um dos temas do ano, já que, na ficção, 2015 foi o ano em que o protagonista Marty McFly chegou ao futuro. Várias empresas apresentaram seus próprios hoverboards, normalmente apenas como uma jogada de marketing. Mas uma empresa decidiu ir além e começou a vender o que parece ser o skate voador mais funcional até o momento, no sentido de não depender de um piso específico para operar.

A empresa americana Arca Space Corporation, fundada no estado do Novo México, criou o ArcaBoard. Em vez de recorrer ao magnetismo ou supercondutividade como outros projetos, a prancha recorre aos bons e velhos ventiladores. São 36 ventiladores de alta potência soprando para baixo com o objetivo de manter a sustentação.

O dispositivo também conta com equipamento de estabilização, para que o usuário não caia no chão enquanto a prancha flutua.

Como outros aparelhos do tipo, a duração da bateria continua sendo um problema, o que se traduz em baixa autonomia de voo. Pessoas que pesam até 80 quilos podem usar o modo de longa duração para flutuar por até seis minutos. Já quem pesa até 110 quilos precisa usar o modo de impulso reforçado, no qual a bateria dura apenas 3 minutos.

O brinquedinho, que ainda pode ser considerado uma tecnologia experimental, pode ser adquirido por “apenas” US$ 20 mil. Os compradores também pode comprar a unidade de recarga, vendida à parte por US$ 4,5 mil, que recarrega a bateria do ArcaBoard em 35 minutos.

[embedded content] Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *