Últimas

Chuva na Serra alaga casas e deixa desabrigados em Petrópolis, no RJ

Cinco casas foram interditadas após deslizamentos de terra. Defesa Civil opera em estágio de alerta.

 

Durante toda a madrugada e manhã deste sábado (16) continua chovendo na Região Serrana do Rio. Petrópolis foi a cidade mais atingida. Durante a madrugada, o Rio Quitandinha transbordou na altura da Rua Coronel Veiga. Já no distrito de Pedro do Rio, a água invadiu vários imóveis. De acordo com a Defesa Civil do município, até às 22h desta sexta-feira (15) foram registradas 57 ocorrências, a maioria nos distritos, sem vítimas ou feridos.

A pagua invadiu imóveis em Pedro do Rio (Foto: Carlos Mirando / Arquivo Pessoal)
A água invadiu imóveis em Pedro do Rio (Foto: Carlos Mirando / Arquivo Pessoal)

Cinco casas foram interditadas por técnicos da Defesa Civil: uma na Posse, três no Retiro e uma na comunidade do Alemão, totalizando 17 desalojados. Todos estão na casa de parentes. Na Posse, uma casa foi atingida por um deslizamento. Na comunidade do Alemão, infiltrações devido às chuvas comprometeram a estrutura de um imóvel. No Retiro, um outro deslizamento atingiu duas casas e descalçou uma terceira.

O maior índice pluviométrico foi registrado em Araras, com 100 milímetros em 24 horas. A Defesa Civil opera em estágio de alerta.  Segundo Carlos Miranda, morador da Rua Capitão José Leal, em Pedro do Rio, por volta das 5h, sua família teve que levantar todos os móveis. “Aqui nunca tinha entrado água. Acordamos com os vizinhos chamando”, disse. Às 8h, a água começou a escoar.

“Segundo depoimentos de quem mora aqui (Pedro do Rio), a enchente ultrapassou a marca da água de quando recebemos as águas do Vale do Cuiabá em 2011. Minha mãe tem 67 anos, mora aqui a vida inteira e disse que nunca viu a água entrar nesta casa onde moramos”, contou Carlos.

De acordo com boletim do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), nas próximas 24 horas, o céu irá variar entre nublado e encoberto, com previsão de ocorrência de acumulados de chuva moderado a forte em todas as bacias do estado do Rio de Janeiro. Os rios Paquequer, em Teresópolis e Rio Grande, em Bom Jardim, ficaram em alerta máximo.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *