Com anúncio de demissões, funcionários realizam protesto na frente da Carhp

Após o governo anunciar a demissão de 205 funcionários das antigas empresas que formam a Companhia Alagoana de Recursos Humanos e Patrimoniais (Carhp), sindicatos tentam reverter à decisão e assegurar os empregos. Nesta terça-feira (19), um protesto foi organizado em frente ao órgão para chamar a atenção da causa.

Durante o movimento, a diretoria do Sindagro vai pedir uma audiência com o atual presidente do órgão, Fernando Holanda, para tratar das demissões promovidas pelo governo de Alagoas com os servidores da Emater, Epeal, Ematur, Cohab, Comab, Codeal, EDRN e Sergasa.

Entre os técnicos demitidos estão Agrônomos, técnicos agropecuários, engenheiros civil e florestal, são pesquisadores de diversas áreas e gerentes de programas desenvolvidos em Alagoas, com o apoio do governo federal.

Em nota divulgada, o governo do estado afirmou que as demissões ocorrem devido à indisponibilidade financeira da Companhia em fazer frente às despesas com pessoal, principalmente em um ano de crise, além de fazer parte da reestruturação administrativa do Estado.

Também estarão participando representantes dos Sindigráfico, Sinthoal e Sindicato dos Engenheiros de Alagoas.

*Com assessoria

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *