Últimas

Diagnósticos sobre rio Piauí são alvo de oficina em Penedo

O trabalho que objetiva promover a preservação e revitalização das nascentes do rio Piauí, em Alagoas, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (15.01), em Penedo (AL), durante oficina contendo diagnósticos do manancial. O trabalho é financiado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), com recursos provenientes da cobrança pelo uso da água do rio. O Piauí é o único rio perene do território alagoano e é um dos principais afluentes do Velho Chico no Estado.

O engenheiro da Gama Engenharia, empresa contratada por licitação para promoção do levantamento das nascentes do rio Piauí, Pedro Lucas de Brito, apresentou as informações ao público participante, formado por representantes da Prefeitura de Penedo, agricultores, estudantes e servidores públicos. “Recebemos adesão de muitos proprietários de terras nas quais estão as nascentes, inclusive com muitas sugestões”, disse. Segundo ele, cerca de 350 nascentes foram identificadas, todas com vários problemas. “De acordo com a legislação do Conselho Nacional do Meio Ambiente [Conama], nenhuma delas se enquadra nos parâmetros referentes à qualidade da água”, alertou.

O presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, resumiu a iniciativa, ao considerar que se trata do primeiro passo para a revitalização do rio São Francisco. Ele anunciou que trabalho semelhante será iniciado em Sergipe, no município de Canindé, com o apoio de outros entes, a exemplo do Ministério Público. O secretário executivo do colegiado, Maciel Oliveira, destacou que o trabalho de diagnóstico de nascentes no alto rio Piauí, no município alagoano de Arapiraca, tem sido motivo de muitos elogios da população.

O vice-prefeito de Penedo, Ronaldo Lopes, destacou a importância do rio Piauí por atender à cooperativa sucroalcooleira Pindorama, em Coruripe (AL), aldeias indígenas e muitos agricultores penedenses. Durante o encontro, os participantes da reunião apresentaram propostas, esclareceram dúvidas e deram sugestões para a continuidade do trabalho.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) é um órgão colegiado, integrado pelo poder público, sociedade civil e empresas usuárias de água, que tem por finalidade realizar a gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos da bacia, na perspectiva de proteger os seus mananciais e contribuir para o seu desenvolvimento sustentável. A diversidade de representações e interesses torna o CBHSF uma das mais importantes experiências de gestão colegiada envolvendo Estado e sociedade no Brasil.

 

Assessoria de Comunicação

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *