Homem que estava com ferro no olho há mais de 20 dias faz cirurgia em MT

Trabalhador rural se feriu quando roçava assentamento onde mora em MT. Produtor rural se sensibilizou com história e pagou cirurgia para ele.

 

Após 24 dias de espera, o trabalhador rural Elias da Silva Sampaio conseguiu passar por uma cirurgia, nesta sexta-feira (29), para a retirada de um pedaço de metal que se encontrava no olho esquerdo dele. Segundo os médicos, o objeto colocava a visão do paciente em risco. A cirurgia foi feita em um hospital particular de oftalmologia de Cuiabá, graças à doação de um produtor rural dePrimavera do Leste, a 239 km da capital, que se sensibilizou com a história de Elias.

Ele sofreu um acidente no dia 5 de janeiro, quando roçava o assentamento onde mora, em Santo Antônio do Leverger, a 35 km de Cuiabá. Na ocasião, ao sentir que havia algo em seu olho esquerdo, procurou várias unidades públicas de saúde em Várzea Grande e Cuiabá, sem que nada fosse feito.

Com a ajuda da família, ele pagou por um médico particular, que identificou, por meio de exames, a existência de um pedaço de metal dentro do olho do trabalhador e afirmou que o quadro era grave e que o corpo estranho deveria ter sido retirado dentro de, no máximo, 24 horas após o acidente.

Iva Sampaio, irmã de Elias, disse que a família chorou muito ao receber doação (Foto: Lislaine dos Anjos/G1MT)
Iva Sampaio disse que irmão passou por dias de desespero (Foto: Lislaine dos Anjos/G1MT)

A família buscou ajuda, então, da Defensoria Pública do Estado, no entanto, foi informado de que a audiência ocorreria apenas em março e que havia ao menos 93 pessoas na Central de Regulação do Sistema Único de Saúde (SUS) aguardando pela mesma cirurgia que Elias.

“Foram 24 dias de desespero, de angústia. Meu irmão só dormia com a ajuda de remédios, sofria com dores de cabeça e, se não fosse a ajuda desse senhor, ele poderia ficar cego”, afirmou Iva Sampaio, irmã de Elias.

O produtor rural que ajudou Elias prefere não ser identificado. Ele afirmou que não conhece o trabalhador, mas que se sensibilizou com a sua história e decidiu ajudar. Ele entrou em contato com o oftalmologista e com a família de Elias e se comprometeu a custear a cirurgia, que custa aproximadamente R$ 13 mil.

“Fiz por gratidão, porque somos trabalhadores rurais e ele se acidentou exercendo o seu trabalho. Eu sei como é trabalhar de sol a sol, também já trabalhei assim, sei como a pessoa sofre. Eu, particularmente sei como é ruim ficar sem a visão quando sempre a tivemos. Não existe uma vida assim. Se podemos fazer uma graça, temos que ajudar, seja um amigo ou um desconhecido”, disse.

Médicos informaram que pedaço de metal que estava no olho de Elias tinha 6mm (Foto: Lislaine dos Anjos/G1)
Médicos informaram que pedaço de metal que estava no olho de Elias tinha 6mm (Foto: Lislaine dos Anjos/G1)

Cirurgia e recuperação
A cirurgia ocorreu nesta sexta-feira (29) e durou cerca de uma hora e meia. Do olho de Elias, foi retirado um pedaço de metal de 6mm de comprimento. Os médicos responsáveis pela operação, Orivaldo Amâncio Nunes e André Mozena, afirmaram que o caso de Elias era considerado um caso urgente dentro da oftalmologia e que a cirurgia foi delicada, principalmente porque o paciente já apresentava sinais de infecção intraocular e hemorragia e havia sofrido a ruptura do cristalino do olho.

De acordo com Orivaldo, o gesto de solidariedade praticamente salvou a visão de Elias. “O objeto perfurou a córnea, a íris e o cristalino. Quanto mais demorasse para retirar o corpo estranho, mais comprometida a sua visão ficaria. O desafio maior, durante a cirurgia, foi localizar o corpo estranho, porque sabíamos apenas que estava dentro do olho, mas não a posição exata”, afirmou.

Segundo o oftalmologista, o prognóstico de Elias é delicado e ele deverá usar colírio e fazer uso de antibióticos, a fim de assegurar que o processo inflamatório iniciado dentro do olho seja sanado. Ele também deverá usar um tampão durante 24 horas.

O oftalmologista André Mozena explicou que o pedaço de metal atingiu a região central do globo ocular, a retina responsável pela visão de detalhes, ou seja, a que mais usamos no dia a dia. “A visão dele não voltará a ser 100%, principalmente na parte central, mas esperamos salvar a visão periférica dele. Agora, ele deve fazer acompanhamento médico e vamos esperar para que, durante a recuperação, não haja infecção, fibrose ou deslocamento da retina”, disse.

Exames mostra localização do pedaço de metal no olho esquerdo de Elias Sampaio (Foto: Reprodução/TVCA)
Exames mostra localização do pedaço de metal no olho esquerdo de Elias (Foto: Reprodução/TVCA)

O médico explicou, ainda, que a recuperação de Elias deve durar de seis a 12 meses e que ele deve passar, no futuro, por uma nova intervenção cirúrgica. “Essa primeira cirurgia nós fizemos para salvar o olho dele, fizemos toda a limpeza necessária e retiramos o corpo estranho. A segunda será feita para melhorar a qualidade da visão”, explicou.

Nova vida
Para Elias, a ligação do produtor rural informando que iria custear a cirurgia que ele necessitava reacendeu a esperança dele e de sua família de ver a dor ter um fim, recuperar a visão e retomar a vida. “Agora eu estou muito feliz, sem dor. É uma nova vida. Assim que eu puder, quero agradecer a ele [produtor rural] pessoalmente, porque ele foi como um anjo na minha vida”, disse.

A família relatou ter se emocionado bastante ao receber a notícia nesta manhã. “Nós choramos muito quando ele ligou nos mandando vir para o hospital. Ele foi enviado por Deus, não existem tantas pessoas assim na Terra. Esse gesto dele mostra que ainda há pessoas boas no mundo”, afirmou.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *