Últimas

Parceria entre SMTT e Inmetro afere taxímetros dos veículos retardatários de Penedo

Buscando não prejudicar os taxistas permissionários, uma parceria entre a Superintendência de Transporte e Trânsito de Penedo (SMTT) e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), realizou nesta terça-feira (26), um dia de aferição nos taxímetros dos veículos retardatários do município.

De acordo com o superintendente da SMTT Geraldo Sabino, essa foi das orientações do prefeito Marcius Beltrão, “sempre buscar ajudar os profissionais taxistas, seja qual for à situação”.

“Com o prazo de aferição que encerrou no dia 31 de dezembro de 2015, cerca de 50 veículos ficaram impossibilitados de circular na cidade. Porém, o prefeito Marcius nos orientou para tentar ajudá-los. Com o término do recesso dos técnicos do Inmetro, conseguimos remarcar uma nova data. E nesta terça-feira (26), uma equipe veio para Penedo atendendo nosso chamado para regularizar os retardatários”, explicou o superintendente.

A frota de Penedo é composta por 145 táxis permissionários, um para cada 450 habitantes, seguindo o último senso do IBGE. Deste total, com o dia de hoje, já estão aptos para circular na cidade 120 veículos com o equipamento taxímetro aferido.

Após a aferição, que consiste ainda em um técnico metrologista circular como passageiro do táxi, fazendo uso de uma bandeira por vez, o taxímetro recebe um selo/lacre e um documento em que atesta que o equipamento pode ser usado por até um ano.

Valores

Atualmente a bandeirada em Penedo é de – R$ 3,65 -, a chamada descolada. Esse valor é acrescido mais a quilometragem rodada, que pode ser na Bandeira 01, que custa por quilômetro R$ 2,10 (entre às 06hrs de segunda e às 22hrs de sexta). E com a Bandeira 02, o quilômetro custa R$ 2,94 (entre às 22hrs de sábado e às 06 de segunda).

Até o dia 15 de fevereiro

Lembrando que, a partir desta quarta-feira (27), inicia o processo de renovação de alvará de circulação dos táxis. O processo de vistoria acontece na própria sede da Superintendência, que fica localizada na Rua São Pedro, loteamento Vitória, bairro Senhor do Bonfim. Todos os itens obrigatórios serão vistoriados, inclusive a faixa de identificação, que deve ser adesivada em meia altura e não em manta magnetizada. A vistoria segue até o dia 15 de fevereiro.

Transporte complementar

Outra medida em estudo, segundo Sabino, que também visa regularizar o transporte de passageiros em Penedo é encontrar um novo ponto de chegada e saída para os transportadores complementares.

“Penedo é uma cidade tombada pelo IPHAN desde 1994, com um Centro Histórico repleto de ruas estreitas e pequenas. Buscando dar mais fluidez ao nosso trânsito, estamos discutindo várias ações. E uma delas é encontrar um local de saída e chegada para os veículos complementares. Este local não poderá ser mais o atual. Vamos estudar com os proprietários uma alternativa que também não prejudique o usuário”, garantiu.

Veículos pesados e de carga

Com a requalificação do Centro Histórico de Penedo, o Município também já estuda diminuir o trânsito de veículos longos e pesados pela área de tombamento. Além dos complementares, o superintendente também destacou que já iniciou o diálogo com os proprietários de ônibus que circulam entre a zona rural e urbana de Penedo e cidades circunvizinhas.

“Desde o ano passado estamos dialogando com essa categoria. Além de desafogar o trânsito de Centro de Penedo, queremos diminuir os impactos causados pelos veículos pesados e longos no Centro Histórico. Umas das possibilidades é mudar o trajeto deles e permitir que circulem apenas pela chamada ‘Avenida Contorno’. Assim, os impactos no calçamento e nas obras do Centro seriam minimizados e o trânsito também ganharia fluidez. Esse é mais um quesito em discussão. Mas, ainda não foi encerrado definitivamente. Sei que encontraremos soluções para todas as demandas do trânsito de Penedo, sem que o usuário e os proprietários possam sair prejudicados”, concluiu  o superintendente de Transporte e Trânsito de Penedo (SMTT) Geraldo Sabino.

 

 

Secom Penedo

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *