Últimas

Acusado de homicídio na Grota do Cigano é condenado a 19 anos de prisão

Valmir José dos Santos não poderá recorrer da decisão em liberdade; julgamento foi realizado nesta sexta-feira (26), no Fórum da Capital

 

O Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri de Maceió condenou Valmir José dos Santos a 19 anos de reclusão pela morte de José Amaro dos Santos, ocorrida em agosto de 2012, no bairro Jacintinho, na Capital. O julgamento ocorreu na manhã desta sexta-feira (26), no Fórum do Barro Duro.

    “[O réu] praticou a ação criminosa com o auxílio de grupo criminoso armado, contra vítima desarmada e através de emboscada”, afirmou o juiz Helestron Silva da Costa, ressaltando que Valmir dos Santos já responde a outras ações penais.

    O réu não poderá recorrer da sentença em liberdade, devendo cumprir a pena em regime fechado.

O caso

    O crime ocorreu no dia 6 de agosto de 2012, por volta das 13h, na Grota do Cigano, periferia de Maceió. De acordo com a acusação do Ministério Público (MP/AL), a vítima foi atingida por disparos efetuados pelo réu e um comparsa. A ordem para matar José Amaro teria sido dada por um homem conhecido como “Deri”, que se encontra recolhido no sistema prisional. A vítima e o preso supostamente integravam gangues rivais.

Matéria referente ao processo nº 0705315-80.2013.8.02.0001

Diego Silveira – Dicom TJ/AL

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *