Últimas

Adele é a artista que mais vendeu discos no mundo em 2015, diz federação

A cantora britânica Adele, que desde novembro já vendeu mais de 15 milhões de cópias de seu terceiro álbum de estúdio, “25”, foi a artista com mais discos comercializados no mundo em 2015, segundo o ranking anual da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI), com sede em Londres.

Para a elaboração da lista, a IFPI considera as vendas no comércio físico, on-line e os downloads, mas o grupo não oferece cifras precisas.

“Estou encantado de poder anunciar que Adele foi a artista mais popular de todo o mundo em 2015”, disse nesta segunda-feira (8) o executivo-chefe da IFPI, Frances Moore, por meio de comunicado.

Moore acrescentou que o álbum “25” foi a “sensação” do ano passado, “batendo recordes por todo o mundo e chegando a uma enorme audiência de fãs”. “Todos os artistas em nossos ’10 mais vendidos’ alcançaram sucessos incríveis, e a conquista de Adele é simplesmente fenomenal”, ressaltou.

Em janeiro, o clipe do single “Hello” conquistou a impressionante marca de vídeo a atingir mais rápido 1 bilhão de acessos no YouTube, superando o sucesso meteórico de “Gangnam Style”, do ídolo sul-coreano Psy, em 2012. Só nas primeiras 24 horas, o clipe de Adele registrou 27 milhões de visualizações no canal.

“Hello” também se tornou rapidamente número 1 em mais de 30 países, como Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, França, Itália e Austrália. Em sua semana de estreia nos EUA, “25” vendeu 3,38 milhões de cópias – um recorde. No Reino Unido, superou as vendas para a primeira semana de qualquer disco do país, marca que desde 1997 era mantida pela banda Oasis.

Mesmo com todos esses recordes quebrados, as 14 faixas do álbum “25” ainda não estão disponíveis nos sites de música por streaming (como Spotify, Deezer e Tidal), pois Adele diz não ser fã do serviço. “Eu não uso streaming. Faço download ou compro uma cópia física [do disco]”, disse a cantora à revista norte-americana “Time”. “Acho streaming um pouco descartável. Acredito que a música deve ser um evento”, avaliou.

A artista disse estar consciente de que o serviço “é o futuro”, mas destacou que essa “não é a única forma de consumir música”. “Não posso me ligar a algo sobre o qual ainda não sei como me sinto”, afirmou a britânica, de 27 anos.

Sheeran e Swift na lista

O segundo artista que mais vendeu no ano passado, de acordo com a classificação simbólica da IFPI, foi outro britânico, Ed Sheeran, cuja carreira deslanchou em 2014, graças à canção “Thinking Out Loud”. No Brasil, a música foi tema do par romântico interpretado por Bruna Marquezine e Maurício Destri na última novela das 19h da Globo, “I Love Paraisópolis”.

A norte-americana Taylor Swift, que ficou em primeiro lugar em 2014, caiu para a terceira posição do ranking internacional em 2015.

Em quarto lugar, aparece o canadense Justin Bieber e, logo atrás, está a banda britânica One Direction.

Quase 4 anos afastada

Adele ficou famosa com seu álbum de estreia, “19” (2008), e três anos depois lançou “21”, que inclui hits como “Rolling in the Deep” e “Someone Like You”. Seu segundo disco de estúdio vendeu 4,6 milhões de cópias só no Reino Unido, 25 milhões em todo o mundo e permaneceu por dois anos seguidos como o mais vendido do planeta.

Após o sucesso de “21”, Adele decidiu focar em sua vida privada. Em 2012, anunciou que esperava um filho (do empresário Simon Konecki), que nasceu em outubro daquele ano.

Após quase quatro anos distante dos holofotes, tempo em que se deu uma licença para cuidar do primogênito, Angelo James Konecki, Adele reapareceu sem avisar com “Hello”, e estourou novamente.

* Com informações das agências EFE e AFP.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *