Últimas

Angel, criadora dos figurinos de Dr. Jivago e Star Wars, recebe homenagem

Roupa usada por Alec Guinness na interpretação de Obi-Wan Kenobi em ''Star Wars'' foi vendida por uma fortuna. Foto: Star Wars/Reprodução
Roupa usada por Alec Guinness na interpretação de Obi-Wan Kenobi em ”Star Wars” foi vendida por uma fortuna. Foto: Star Wars/Reprodução

A empresa Angel, criada há 175 anos em Londres por um alfaiate alemão, receberá no domingo uma homenagem do cinema britânico, para o qual contribuiu com figurinos de alguns dos filmes mais populares da história.

A empresa tem a maior coleção mundial privada de figurinos para cinema, teatro e televisão e forneceu o vestuário para 36 ganhadores do Oscar nessa categoria, a última vez em 2015 por “O Grande Hotel Budapeste”.

Outros títulos que usaram figurinos da Angel foram Star Wars, Doutor Jivago, Carruagens de Fogo, Gladiador e as séries de TV Downton Abbey e Game of Thrones.

As colinas de Hollywood estão bem longe dos bairros e cemitérios da Londres vitoriana do século XIX em que o alfaiate judeu-alemão Daniel Angel montou as bases para seu sucesso e do BAFTA honorário, o Oscar da Academia Britânica, que vai receber no domingo na grande premiação do cinema local.

“Era um alfaiate e costurava roupas usadas no que hoje é Earlham Street (centro de Londres), na época um bairro terrível”, disse à AFP Tim Angel, descendente de Daniel e presidente da empresa.

Com grandes problemas para alimentar seus cinco filhos, Daniel Angel encontrou um trabalho de coveiro em um cemitério, “onde sepultava os maridos e mulheres de gente muito rica”, diz.

“Pedia que lhe dessem as roupas dos defuntos e começou a vendê-las”, lembra. “Estamos no meio de onde estavam, então, os teatros, e os atores na Inglaterra tinham que usar sua própria roupa”, continua.

“Alguém disse ao pai do meu tataravô: ‘em vez de vendermos a roupa, podemos pegá-la emprestada?'”, recorda.

“‘Emprestar não faz parte do vocabulário dos Angel, então ele começou a alugá-las e foi assim que começamos”.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *