Últimas

Anitta arrasta milhares pelas ruas do Rio em estreia do Bloco das Poderosas

Com ajuda de celebridades como Gabriela Pugliesi, Klebber Toledo e Giovanna Ewbank, a cantora Anitta fez sua estreia no Bloco das Poderosas, que levou milhares de pessoas ao centro do Rio de Janeiro na manhã deste sábado (13). Segundo a Riotur, 180 mil pessoas acompanharam o bloco, número abaixo das expectativa dos organizadores e da própria prefeitura.

O desfile começou às 9h30 com uma sequência de sucessos da cantora, “Na Batida“, “Não Para“, “Bang“, e de outros artistas, como “Paredão Metralhadora“, da Banda Vingadora, e “É Hoje”, de Ludmilla. “A gente vai cantar a até a hora que vocês quiserem”, gritou Anitta para o público que enfrentou quase quatro horas de muito calor.

Centenas de pessoas já ocupavam as ruas do centro desde as primeiras horas da manhã. A imensa maioria composta mais por fãs do que foliões, como a cozinheira Marcia Rodrigues, de 53 anos, que saiu de casa, em Vicente de Carvalho, no subúrbio, às 6h. “Gosto da Anitta desde o Furacão, isso vai ser bom demais”, previa ao lado da filha Gabrielli Oliveira, de 13 anos. 

Raphael Mesquita/Brazil News

Nego do Borel roubou a cena no Bloco das Poderosas, comandado por Anitta

“Quero as gostosas desse bloco mostrando o que têm de melhor” desafiou a estrela, introduzindo “Chupa Toda” sucesso na voz de Ivete Sangalo. “Estou fazendo isso aqui apenas para divertir vocês. Carnavais atrás era eu aí me divertindo, hoje estou aqui e não tem alegria maior e melhor”, desmanchou-se Anitta, agradecendo providencialmente também à Prefeitura do Rio que, a princípio, não autorizou a saída do bloco. Segundo os organizadores, além do esquema providenciado pelos órgãos públicos, eram quase duzentos seguranças, vinte brigadistas e quatro ambulâncias adicionais. 

Anitta quase não conseguiu colocar seu bloco na rua já por causa do excesso de atrações nas rua do Rio de Janeiro, mas a desistência de outro bloco abriu espaço para a cantora pop.

Mas quem roubou a cena mesmo foi Nego do Borel, que causou frenesi já em sua chegada, antes mesmo de subir no trio, bastante assediado pelos fãs. Convidado de Anitta, o funkeiro cantou, dançou, interagiu o tempo todo com o público comandando a festa por quase meia hora. “Sou preto, favelado e tenho muito orgulho. Quem já foi a um baile da favela levanta a mão aí” inflamou Nego, abrindo sua participação com seu mais recente sucesso “Não Me Deixe Sozinho”.

“É o governador? Pode fechar o centro hoje porque ninguém vai embora! A partir de agora, isso aqui é baile de favela!”, brincou o funkeiro incendiando a galera antes de dar início a um grande baile funk.

“É você quem manda aqui garota” respondeu Felipe Pezzoni, vocalista da banda Eva, convidados de Anitta, atendendo ao pedido da musa com “Arerê” é vários outros temas da banda baiana.

Ao longo do cordão de isolamento que protege os carros, milhares de pessoas – a maioria adolescentes e crianças, algumas bem pequenas – se acotovelavam para ver a musa mais de perto. Mesmo com o enorme efetivo de seguranças, foi difícil conter a multidão principalmente nos trechos mais estreitos, ainda na rua Primeiro de Março. Às mais miúdas foi permitido acompanhar do lado de dentro da corda, por segurança. Uma delas era Evelyn Francisco Pereira, de nove anos, que acompanhou todo o desfile com a tia e primas. “Ganhei um tchauzinho dela”, comemorou.

Na segunda metade do desfile, Anitta precisou interromper a música em ao menos três momentos por conta de focos de brigas e tumulto. Cerca de dez policiais militares davam apoio acompanhando os seguranças do próprio bloco, do algo de dentro do cordão de isolamento. A PM não informou quantos agentes foram destacados para a segurança do desfile. 

Um das estrelas mais rentáveis da cena musical hoje, Anitta fez sua estreia no Carnaval de rua do Rio com um enorme aparato e muitos patrocinadores. Eram dois caminhões de grande porte, o primeiro apenas com a banda, a cantora e convidados VIPs. Os convidados anônimos – muitos com abadás das empresas patrocinadoras – sacolejavam no segundo carro sob forte calor. Divididos por uma corda, aproveitavam a festa com água, cerveja e energéticos variados e muitas selfies.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *