Após fim de namoro, Cleo Pires faz post sobre perdão e felicidade


“Ser feliz não é ter relações sem decepções”, diz um trecho do texto


Redação iBahia
(variedades@portalibahia.com.br)

A atriz Cleo Pires usou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (12) para fazer uma reflexão. A artista, que confirmou o fim do namoro de quase três anos com o ator Rômulo Arantes Neto, postou um texto com a homilia do Papa Francisco no perfil do Instagram em que fala sobre perdão e felicidade.

“Você pode ter defeitos, ser ansioso, e viver alguma vez irritado, mas não esqueça que a sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode impedir que vá em declínio. Muitos lhe apreciam, lhe admiram e o amam. Gostaria que lembrasse que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, uma estrada sem acidentes, trabalho sem cansaço, relações sem decepções. Ser feliz é achar a força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor na discórdia. Ser feliz não é só apreciar o sorriso, mas também refletir sobre a tristeza. Não é só celebrar os sucessos, mas aprender lições dos fracassos. Não é só sentir-se feliz com os aplausos, mas ser feliz no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões, períodos de crise. Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista para aqueles que conseguem viajar para dentro de si mesmo. Ser feliz é parar de sentir-se vítima dos problemas e se tornar autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas conseguir achar um oásis no fundo da nossa alma. É agradecer a Deus por cada manhã, pelo milagre da vida. Ser feliz, não é ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si. É ter coragem de ouvir um ‘não’. É sentir-se seguro ao receber uma crítica, mesmo que injusta. É beijar os filhos, mimar os pais, viver momentos poéticos com os amigos, mesmo quando nos magoam. Ser feliz é deixar viver a criatura que vive em cada um de nós, livre, alegre e simples. É ter maturidade para poder dizer: ‘errei’. É ter a coragem de dizer: “perdão”. É ter a sensibilidade para dizer: ‘eu preciso de você’. É ter a capacidade de dizer: ‘te amo’. Que a tua vida se torne um jardim de oportunidades para ser feliz… Que nas suas primaveras seja amante da alegria. Que nos seus invernos seja amante da sabedoria. E que quando errar, recomece tudo do início. Pois somente assim será apaixonado pela vida. Descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Utilizar as perdas para treinar a paciência. Usar os erros para esculpir a serenidade…”, diz o texto.

<!–

window._taboola = window._taboola || [];
_taboola.push({
mode: ‘organic-thumbnails-a’,
container: ‘taboola-below-article-thumbnails-2nd’,
placement: ‘Below Article Thumbnails 2nd’,
target_type: ‘mix’
});
–>
Tags:Reflexão, Cleo Pires, Término, Namoro, Rômulo Neto, Redes Sociais

Fonte: iBahia.com.br
Matéria publicada pelo site iBahia. Todos os créditos e direitos para o referido portal.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *