Últimas

Atlético-MG oferece R$ 16 milhões e se aproxima de atacante do Figueirense

O Atlético-MG está próximo de um acordo com o Figueirense por Clayton. Os clubes intensificaram as conversas nos últimos dias e o desfecho pode ocorrer até esta sexta-feira (19). O diretor de futebol Eduardo Maluf é quem cuida das negociações. Ele deixou de viajar a Arequipa, no Peru, onde o time estreia pela Copa Libertadores da América, diante do Melgar, para ir a Florianópolis. Ele foi o responsável por oferecer 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões) por 50% dos direitos econômicos do atleta.

O montante proposto pelos mineiros não será pago à vista. O número de parcelas ainda é desconhecido, mas a pedido dos catarinenses, será inferior ao que o clube de Belo Horizonte pretendia anteriormente – 12 vezes.

A intenção do Atlético, a princípio, era anunciar a chegada de Clayton até segunda-feira (15), quando apresentou o seu novo uniforme. Entretanto, os empecilhos impostos pelo Figueirense prolongaram as tratativas e o atleta não poderá ser inscrito na fase de grupos da Libertadores. Já há um acordo entre a diretoria mineira e o estafe do jovem, de 20 anos, restando somente o aval de Cleber Giglio, superintendente de futebol da agremiação sulista.

O UOL Esporte tentou contato com Eduardo Maluf e Cleber Giglio, na tarde desta quarta-feira (17). Ambos, contudo, não atenderam aos telefonemas. Eles são os responsáveis por conduzir as conversas.

O Figueirense detém 10% dos direitos do jovem, fatia idêntica à do Banco BMG. Jorge Machado, incumbido de agenciar a carreira do atleta, conta com 15%, percentual semelhante ao do pai do atleta. A Alliance, empresa do presidente Wilfredo Brillinger, é dona de 30% e o empresário Eduardo Uram é detentor de 20%.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *