Últimas

Bisping aponta caminho para derrotar Anderson: não ter medo do brasileiro

Com fama de provocador, Michael Bisping não está deixando passar as oportunidades de alfinetar Anderson Silva, que será seu adversário dia 27 de fevereiro, na luta principal do UFC Londres. Em conversa com a imprensa, em evento promovido pela franquia, em Torrance, na Califórnia, o inglês cutucou o adversário, mas também fez questão de enaltecer sua história.

“É uma luta especial para mim. Ele estava na lista de oponentes que eu queria, é a maior luta da minha carreira, a primeira na Inglaterra em cinco ou seis anos, contra o melhor de todos, a lenda. Isso muda tudo. Anderson é um grande lutador, conquistou grandes coisas, mas foi pego usando esteroides. Como vou acreditar que ele não usava antes? Não é possível usar essas coisas e achar que é um artista marcial. Ele é o cara que vencia todo mundo, e não posso acreditar que, aos 39 anos, alguém falou: ‘ei, tente usar esses esteroides’ e ele, com o legado que tem, teria negado. Mas ele não fez isso, é por que estava fazendo a carreira inteira”, disparou Bisping.

Para Bisping, Anderson Silva segue com moral na organização, independente do incidente que o afastou do esporte por um ano. Por isso, uma vitória sobre o brasileiro poderia coloca-lo na fila pelo cinturão da categoria dos médios, que atualmente pertence a Luke Rockhold. Para conseguir a disputa de cinturão, Bisping já sabe o que precisará fazer para derrotar o brasileiro.

“Anderson vinha conseguindo se impor mentalmente. Os caras perdiam antes de a luta começar. Veja Okami, ele estava aterrorizado. Até Belfort estava com medo e levou um chute na cara. Eu não terei esse medo. Esse é o mesmo negócio que está acontecendo com Conor McGregor, ele venceu os caras antes de começar. Comigo não será assim”, concluiu Bisping. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *