Últimas

Bolsas da Europa caem; Grécia tomba 7,87% e atinge menor nível desde 1990

As ações europeias fecharam no menor nível em mais de dois anos nesta segunda-feira (8). A baixa foi puxada pela queda nos papéis dos bancos da região, além de temores sobre a desaceleração econômica global. A Bolsa da Grécia atingiu a menor pontuação desde 1990.

O índice das principais ações europeias, o FTSEurofirst 300, fechou com queda de 3,4%, a 1.239,68 pontos, menor nível desde outubro de 2013.

O índice do setor bancário STOXX Europe 600 caiu 5,6% e acumula perda de quase 24% este ano. “Investidores estão começando a pensar que os bancos não são tão sólidos como antes se imaginava”, disse o gestor de fundos da Anthilia Capital, Giuseppe Sersale, na Itália.

A maior queda foi a da Bolsa da Grécia, que tombou 7,87% nesta sessão, a 464,23 pontos, e alcançou o nível mais baixo desde 1990.

Credores internacionais deixaram Atenas na sexta-feira sem avanços na primeira rodada de negociações para a primeira revisão deste terceiro resgate. Com isso, ficaram para as próximas semanas assuntos como a reforma de pensões, o financiamento a médio prazo e a gestão da pasta de créditos morosos dos bancos.

Veja as variações das principais Bolsas da Europa nesta segunda-feira:

  • Grécia: -7,87%;
  • Itália: -4,69%;
  • Espanha: -4,44%;
  • Alemanha: -3,3%;
  • França: -3,2%;
  • Portugal: -2,8%;
  • Inglaterra: -2,71%

(Com agências internacionais)

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *