Últimas

Brasil passará a ser 10º maior cotista do FMI após revisão, diz BC

SÃO PAULO (Reuters) – O Brasil vai subir quatro posições e passará a ser o 10º maior cotista do Fundo Monetário Internacional (FMI) após a integralização do aumento de sua cota, informou o Banco Central nesta segunda-feira.

Com a 14ª Revisão Geral de Cotas do FMI, o processo de integralização será concluído nas próximas semanas e a participação do Brasil chegará a 2,32 por cento, contra 1,78 por cento anteriormente.

Em nota, o BC destacou que o resultado líquido do aumento de cotas não afeta o nível das reservas internacionais do Brasil.

Segundo o FMI, quatro países emergentes –Brasil, Rússia, Índia e China– estarão pela primeira vez entre os dez maiores cotistas do FMI e, de acordo com o comunicado do BC, esses países terão juntos 14,2 por cento em cotas, ou 13,5 por cento em poder de voto.

(Por Camila Moreira)

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *